Grêmio faz 'patrocínio degustação' para conseguir renda alternativa

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Reservas do Grêmio com camisa com patrocinador específico

    Reservas do Grêmio com camisa com patrocinador específico

Em momentos de crise econômica mundial, muitos clubes sofrem para conseguir bons contratos de patrocínio. Sem dinheiro para grandes investimentos, as empresas afastam-se do futebol. E para driblar o momento difícil, o Grêmio inovou com um sistema de 'patrocínio degustação'. O primeiro jogo do novo formato foi contra o Corinthians e já há acordo para mais duas partidas. 

Um patrocínio específico para determinado jogo não é novidade em clubes de futebol. Mas o Grêmio ampliou tal iniciativa para as demais plataformas de interatividade. Sob o nome de Grêmio Sponsor Experience (GSE), o departamento de marketing apresenta seis vantagens para a empresa que firmar contrato. O primeiro é o patrocínio na camisa, na região dos ombros. Além disso, o logotipo da empresa é inserido em todas as fotos divulgadas pelas redes sociais do clube (Twitter e Facebook). O patrocinador ainda ganha uma página para divulgação no Guia da Partida (material entregue aos torcedores em todos os jogos) em compromissos em casa, tem espaço de publicidade na transmissão da partida na Grêmio Rádio Umbro, vira patrocinador exclusivo da transmissão minuto a minuto no aplicativo oficial do Grêmio - que já bateu 130 mil downloads - e, por fim, tem as camisas com seu patrocínio vendidas na loja oficial do clube na Arena no dia da partida. 
 
"Queremos dar a oportunidade de determinadas marcas e empresas experienciarem uma condição de ser patrocinador do clube. Trabalhamos, para isso, o dia do jogo nas múltiplas plataformas midiáticas e relacionais do clube", disse o executivo de marketing do clube, Beto Carvalho, ao UOL Esporte. 
 
O valor para cada partida não é tratado publicamente. Contudo, a ideia de receita alternativa se torna interessante uma vez que, por conta da crise, houve uma redução na procura por patrocínio anual, obviamente com valor mais alto. Com isso, 'fatiando' o valor em cotas menores a cada jogo, o Tricolor prevê ganhar até mais. "Se dividirmos o valor anual em número de jogos, é inferior ao que pode ser conseguido com o GSE. Claro que não teremos em todos os jogos. Mas é uma iniciativa válida e inovador", completou Carvalho. 
 
O valor, ainda, pode variar. O prelo para patrocinar o Grêmio em um jogo depende do campeonato, da previsão de público, do televisionamento do jogo, da importância da partida, do adversário e também do número de pessoas que as ações irão atingir. 
 

Aceitação do mercado

Após realizar a primeira ação do GSE, o Grêmio diz que a aceitação foi muito boa. Tanto que a Panvel - maior rede de farmácias do Sul do Brasil - que aderiu à modalidade no duelo contra o Corinthians, já firmou acordo para os dois próximos jogos do Brasileirão: contra Flamengo, no próximo domingo, e Atlético-MG, no domingo seguinte. 
 
"Damos a chance para marcas que nunca apostaram no futebol. Cria para elas, uma degustação do produto. Ano que vem podem pensar para o ano todo, quem sabe... Depende da reação. Tem que ter a experiência", explicou Beto. "Já tivemos aproximação de outras empresas e de agências de publicidade, que pretendem oferecer isso para seus clientes", completou. 
 
Driblar as dificuldades de mercado tem sido marca do Grêmio. O clube investe na transmissão de jogos através de uma rádio FM própria, vende direitos de nome da pré-temporada, criou o patrocínio não patrocínio para a camisa e também possui uma rede de lanchonetes.
 
"Nossa ideia é para o segundo semestre, vamos avaliar o resultado. Vamos testar. Mas posso dizer claramente que o início foi promissor", finalizou o executivo gremista. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos