Jorginho completa 1 ano de Vasco é já é terceiro há mais tempo no cargo

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Paulo Fernandes / Site oficial do Vasco

    Técnico Jorginho é só alegria nesta temporada no comando do Vasco

    Técnico Jorginho é só alegria nesta temporada no comando do Vasco

A parceria Jorginho e Vasco torna-se, a cada dia, mais sólida. Na última quarta-feira, data onde comemorou seu 52º aniversário, o treinador completou um ano no comando da equipe cruzmaltina. Atualmente, ele só fica atrás de Roger Machado, do Grêmio, e Dorival Júnior, do Santos, como técnico há mais tempo a frente de um time entre os 12 principais clubes do Brasil.

Jorginho assumiu o desafio de treinar o Vasco em agosto do ano passado quando todos já davam o rebaixamento como certo. O profissional, no entanto, conseguir produzir uma reação impressionante e quase salvou o clube da queda.

A diretoria continuou apostando em seu trabalho mesmo com o revés e colheu os frutos nesta temporada. O Vasco sagrou-se campeão carioca invicto e ficou um longo tempo sem perder. Hoje lidera de forma isolada a Série B e está nas oitavas de final da Copa do Brasil.

"É um trabalho que vem sendo realizado com muita seriedade desde o ano passado. Quando cheguei, no dia 17 de agosto do ano passado, o Vasco não atravessava um bom momento, mas conseguimos virar o jogo junto com a diretoria e os jogadores, os verdadeiros protagonistas. Eles entenderam a metodologia de trabalho, confiaram nela, recuperaram a credibilidade e a confiança em si próprios. Em alguns momentos, o que é normal, preciso ser duro, mas eles entendem isso. Não existe ciúme dentro do grupo, até porque todos sabem a sua importância. A humildade e a simplicidade é algo marcante dentro do Vasco. Costumo dizer que juntos, unidos, somos muito mais fortes. Então, estou muito feliz com minha passagem e sou muito grato a Deus por estar vivendo esse momento maravilhoso", declarou ao site oficial vascaíno.

O reconhecimento pelo bom trabalho veio nesta temporada quando ele recebeu uma sedutora proposta do Cruzeiro. Por muito pouco, Jorginho não se transferiu, mas após uma conversa com o presidente Eurico Miranda, decidiu ficar e renovou o contrato por mais um ano.  Além dele, quem comemorou a data foi seu auxiliar Zinho:

"Um dos grandes responsáveis por nosso sucesso é o presidente, sem dúvidas. Quando o Jorginho levou meu nome, em nenhum momento ele se mostrou contrário. Eu tinha um passado no Flamengo, um rival do Vasco, mas ele reconheceu o trabalho que eu fiz nos clubes que passei. Ele destacou o meu profissionalismo, a minha entrega. Eu vesti verdadeiramente a camisa de todas as equipes que passei. E aqui não foi diferente. Graças a Deus, com meu trabalho e dedicação, consegui quebrar essa restrição da torcida. O Vasco está fazendo muito por mim e busco responder com o máximo de dedicação possível. Estamos aqui há um ano, mas parece que é mais tempo. Temos uma afinidade muito grande com todos os funcionários do clube. Isso é muito legal e ajuda na conquista dos resultados. Ter um bom ambiente é fundamental para os objetivos serem atingidos. Você pode ter um grande time, uma estrutura boa, dar um bom treino e auxiliar corretamente, mas se não tiver um ambiente bom, nada vai dar certo".

Jorginho e Zinho disputaram 66 partidas e obtiveram 37 vitórias, 19 empates e apenas 10 derrotas até aqui.?

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos