Grêmio define condição e só libera dupla olímpica no fim do ano

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Figueiredo/MoWa Press

    Luan é alvo do Barcelona, mas o Grêmio diz não ter recebido propostas

    Luan é alvo do Barcelona, mas o Grêmio diz não ter recebido propostas

O Grêmio garante que ainda não recebeu proposta alguma por Luan e rejeitou a sondagem que chegou sobre Walace. Mas para vender qualquer um deles, já tem uma de suas primeiras condições: só aceita liberá-los depois do Brasileiro. Há oito dias do fim da janela internacional, o Tricolor age com cautela e não quer perder nenhum deles. 

Enquanto o agente de Luan diz que ofertas de Barcelona e Leicester City chegarão, o Grêmio espera. Afirma desconhecer representantes de qualquer um dos clubes, garante que ninguém tem autorização para negociar em nome do Tricolor. E além disso, definiu mínimo de 30 milhões de euros (R$ 109,4 milhões) para abrir conversas. 
 
Já em relação ao volante Walace, a investida é real. O Espanyol, de Barcelona, subiu a sondagem feita anteriormente, mas nem assim atingiu os 12 milhões de euros (R$ 43,7 milhões) determinados pelo time gaúcho para abrir negócio. O Hamburgo, da Alemanha, enviou emissário à final dos Jogos Olímpicos para observar o jogador, mas até o presente momento não se movimentou com valores. 
 
De toda forma, a palavra do presidente gremista Romildo Bolzan Júnior é que ambos só saem depois do fim da temporada. Titulares do time que briga pelo título brasileiro, ambos são considerados valiosos nas pretensões gremistas. A única coisa que poderia forçar a saída é um eventual pagamento de multa rescisória, mas neste caso os valores são muito altos. A de Luan, por exemplo, é 60 milhões de euros (R$ 218,8 milhões)
 
"É uma das condições do Grêmio para o negócio. Não sei que tipo de proposta vai vir, até porque não recebemos nada até agora. Mas é uma de nossas premissas para negociar. Queremos ficar com eles até o fim do ano", disse o mandatário ao UOL Esporte. 
 
Neste caso, a negociação seguiria o que ocorreu com Gabriel Jesus. Vendido pelo Palmeiras ao Manchester City, o atacante só irá se unir aos novos colegas na Inglaterra em 2017. 
 
"A temporada por lá já começou, falta apenas oito dias para fechar a janela. Não sabemos o que vai acontecer. Mas é assim. Podem comprar o jogador e registrar depois. É uma de nossas condições", repetiu. 
 
A dupla retoma atividades no Grêmio nesta tarde. Ambos conquistaram a medalha de ouro com a seleção olímpica do Brasil nos Jogos do Rio de Janeiro e poderão voltar a atuar diante do Atlético-PR, na quarta-feira, pela Copa do Brasil. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos