Sem Europa, Lucas Lima fica sério no Santos e evita polêmicas

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Divulgação/SantosFC

    Meia Lucas Lima ainda não recebeu nenhuma proposta futebol até o momento

    Meia Lucas Lima ainda não recebeu nenhuma proposta futebol até o momento

Lucas Lima esperava, o Santos temia e seus representantes buscaram, mas as propostas de grandes clubes europeus não chegaram ao meia até este momento. E a janela de transferências internacional fecha no próximo dia 31.

Sem Europa, o jogador demonstra estar mais sério no dia a dia de trabalho. Menos descontraído nas entrevistas e até com os companheiros no treino, pelos menos no período em que a imprensa permanece no CT Rei Pelé. No Santos, o técnico Dorival Júnior prioriza os treinos fechados.

O assunto "transferência" mexe com o jogador. Nesta semana, ele mostrou estar desanimado com o tema e fez questão de externar que alguma proposta chegou – um modesto clube da Inglaterra. O UOL Esporte revelou três dias depois ser o Crystal Palace, que disputa a primeira divisão do Campeonato Inglês.

"Nem tudo que chegou sai na imprensa, e nem tudo que sai na imprensa foi o que chegou. Estou tranquilo. No começo da janela me atrapalhava um pouco, agora estou com o pé no chão, tranquilo. Chegou coisa da Inglaterra, China nessa janela eu nem ouvi. Foi mais isso. Alguns clubes que chegam e não saem na imprensa", disse.

O UOL Esporte apurou entre os funcionários do clube e, principalmente, comissão técnica, que Lucas Lima está mais focado. Ele treinou em dois períodos nas últimas semanas em busca de recondicionamento físico. O resultado foi o bom desempenho na vitória por 3 a 1 contra o Vasco pelas oitavas de final da Copa do Brasil – um gol e uma assistência, além de comandar as principais jogadas do time.

Vale ressaltar que Lucas Lima ganhou ânimo extra com a convocação para a seleção brasileira do técnico Tite.

O camisa 20, que nunca escondeu o desejo de jogar na Europa já no meio deste ano, também está menos polêmico. Nas redes sociais, ele não tira sarro e nem provoca mais os rivais, como fez com o Palmeiras em diversas oportunidades.

Um dos motivos é uma orientação da diretoria santista sobre o caso. Para a cúpula alvinegra e comissão técnica, Lucas Lima motiva os adversário com as provocações, além de entrar em campo mais pressionado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos