Riascos precisa pagar R$ 3 milhões para rescindir com Cruzeiro

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Cruzeiro/Divulgação

    Riascos segue a tentativa de deixar o Cruzeiro

    Riascos segue a tentativa de deixar o Cruzeiro

Riascos teve um parecer positivo na 27ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte. A Justiça deferiu uma liminar em prol do jogador e decidiu que ele necessita desembolsar R$ 3.245.282,75 até a próxima segunda-feira (5) para rescindir o contrato com o Cruzeiro.

Em caso de pagamento integral do montante, os mineiros são obrigados a acatar a quebra de vínculo do atleta. Se o colombiano discordar do valor imposto na Justiça do Trabalho, ele tem duas opções: recorrer da decisão judicial ou entrar em acordo com o clube a fim de rescindir o compromisso por meio de um consenso.

O destino do atacante deve ser o Adanaspor, da Turquia. Segundo a imprensa local, o clube tenta a sua contratação desde que ele foi afastado pelo diretor de futebol Thiago Scuro, em 17 de julho passado.

Caso opte por deixar em aberto o pagamento da multa imposta pela Justiça do Trabalho, Riascos terá que comparecer à segunda audiência na 27ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte. A data escolhida é 2 de maio de 2017.

O imbróglio jurídico foi gerado por uma declaração ao término da partida contra o Fluminense. À época, Riascos se referiu ao clube como "merda", o que acarretou na indignação por parte da diretoria:

"Não está normal. Não estou feliz com isso que está acontecendo. Tem que encontrar uma solução, porque não pode tirar minha felicidade para jogar nessa merda aqui", afirmou.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos