Corinthians rejeitou novo artilheiro dois anos antes de pagar R$ 3 milhões

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

    Gustavo, centroavante do Corinthians: ele quase chegou ao clube há dois anos

    Gustavo, centroavante do Corinthians: ele quase chegou ao clube há dois anos

Solução emergencial do Corinthians para o ataque neste fim de ano, o centroavante Gustavo, 22 anos, já esteve próximo do clube muito tempo antes. E, ao contrário desse momento em que foram investidos R$ 3 milhões para a aquisição de 45% de direitos econômicos, seria por um preço muito mais barato. 

No início de 2014, a base do Corinthians esteve perto de fechar a contratação de Gustavo, mas não houve consenso entre dirigentes, seja da base ou do profissional, de que o centroavante poderia ser um bom reforço naquele momento. Dessa maneira, o jogador optou por se transferir para o Criciúma. 

Foi a artilharia da Copa São Paulo 2014, pelo Taboão da Serra, que aproximou Gustavo do Corinthians na ocasião. Naquele momento, o centroavante tinha 20 anos e sequer estaria elegível para jogar o torneio mais uma vez. Dessa forma, poderia permanecer nos juniores corintianos por mais nove meses e, na sequência, jogar no time adulto ou ser emprestado. Por isso, a decisão por contratar ou não o jogador foi compartilhada entre base e profissionais. 

O fato de Gustavo ter trajetória quase nula nas divisões de base foi um dos aspectos levados em conta na avaliação feita àquele momento. Havia o entendimento de que o centroavante era um jogador muito cru para alcançar um clube grande imediatamente, e por isso o acordo foi brecado. Mesmo que o preço para fechar negócio fosse muito abaixo dos valores atuais: o Taboão da Serra pedia somente R$ 200 mil. 

De fato, a trajetória de Gustavo no Criciúma indicou que a ideia de que ele precisava de rodagem estava correta. Em 2014, com a equipe na Série A, ele não fez nenhum gol em 17 jogos realizados, sendo sete pelo Brasileirão. No ano seguinte, foi emprestado para Atlético Tubarão-SC, Resende-RJ e Nacional da Ilha da Madeira-POR, mas não desencantou em nenhum deles. Em 2016, tudo diferente na volta ao interior catarinense: 6 gols no Estadual e 11 na Série B, até ser vendido ao Corinthians. 

Pelo novo clube, Gustavo treinou nos últimos quatro dias e já tem condições de fazer sua estreia na próxima quarta-feira (07), contra o Sport. De acordo com indicação do treinador Cristóvão Borges, provavelmente no banco de reservas. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos