Gabriel Jesus supera ídolos e iguala Leônidas em estreia na seleção

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em Quito (Equador)

Veja os gols da vitória do Brasil sobre o Equador

Estrear com a camisa da seleção brasileira e fazer dois gols em um jogo oficial é algo raríssimo na história. Gabriel Jesus conseguiu. Mais do que isso. Além de balançar as redes do Equador por duas vezes, o atacante do Palmeiras sofreu o pênalti convertido e foi a estrela da vitória por 3 a 0 na noite da última quinta-feira (1), na 7ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

Com o feito, Jesus se iguala a Leônidas da Silva, que marcou duas vezes em seu debute na seleção, em 1932, na vitória por 2 a 1 sobre o Uruguai, então campeão mundial, pela Copa Rio Branco. O grupo seleto conta ainda com os menos badalados Nininho, Simão, Pirillo, Perácio e Lagarto - atletas das décadas de 20, 30 e 40 que também balançaram as redes duas vezes em estreias em jogos oficiais.

Em 2004, Roger Flores, atualmente comentarista do Sportv, marcou dois gols em sua primeira vez na seleção. Tratava-se, no entanto, de um amistoso contra o Haiti - 6 x 0.

TABELINHA: PARA JUCA E BIRNER, SELEÇÃO JÁ TEM A CARA DE TITE, E RENATO E JESUS FORAM OS MELHORES NA ESTREIA

Como destacou o blog do PVC, a lista dos goleadores que não conseguiram tal feito na seleção é enorme: Ronaldo, Romário, Bebeto, Jairzinho, Tostão, Garrincha, Zico, Roberto Dinamite, Vavá, Ademir de Menezes, Zizinho, Jair Rosa Pinto e Sócrates.

O palmeirense, aliás, não esconde que se espelha em Ronaldo para crescer na carreira. Além de ouvir os conselhos para atuar dentro de campo, Gabriel também tem relacionamento profissional com o ex-atacante e hoje comentarista da TV Globo. O Fenômeno dá ajuda em parte de gerenciamento de carreira do talento alviverde.

"Não tinha estreia melhor. Eu que venho trabalhando forte, sempre firme, o Tite me passou confiança, assim como o grupo inteiro. Para mim tudo é novo. Em três anos tudo está acontecendo e hoje posso estrear na seleção principal e fazer gol. Fico muito feliz, não só pelo gol, mas pelo meu jogo e da equipe", comentou Jesus, que surpreendeu torcida e, principalmente, o novo chefe.

"Não sabia que ele ia jogar assim e fazer dois gols. Mas apostamos na possibilidade maior de sucesso. Senti os atletas muito pressionados pela campanha, e são humanos. Eles sentem. Sentem toda a expectativa gerada, todo o envolvimento. Que ele ia se destacar tanto eu não sabia, mas sabia as funções que ele ia exercer", disse o técnico Tite.

No jogo, Jesus aproveitou a mobilidade que já virou sua marca para surpreender adversários na corrida. Foi assim que cavou o pênalti. Além disso, conseguia revezar com Neymar e jogar pelo lado esquerdo quando preciso. 

AFP PHOTO / RODRIGO BUENDIA

Jesus resolve problema da Era Dunga

Além do feito histórico, Jesus dá um belo sinal para o início de uma nova era. O jogador resolveu um problema que vinha se arrastando na seleção brasileira nos últimos anos: o de camisa 9.

Com Dunga, vários foram testados e não agradaram. Ricardo Oliveira, do Santos, chegou à seleção com a banca de artilheiro do país e não conseguiu brilhar. Jonas, do Benfica, brigou para ser artilheiro da Europa e não correspondeu. Hulk e Roberto Firmino foram testados à frente e também não convenceram.

Sobrou até para Neymar atuar improvisado como um falso 9. Com a camisa 10 e a faixa, o atleta ficou sumido a maior parte do tempo e viveu um jejum de um ano quebrado na última quinta, com o gol de pênalti. O último havia sido em setembro de 2015.

Felipão também sofreu com camisa 9

Se Fred deu certo na Copa das Confederações, a seleção brasileira voltou a sofrer com a ausência de um camisa 9 na Copa do Mundo de 2014. O atacante não foi bem e foi chamado até de cone por torcedores por causa do fraco desempenho.

Quando olhava para o banco em busca de um substituto, Felipão via outro jogador que pouco fez com a camisa verde e amarela: Jô. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos