Gomes revela tensão em horas pós-invasão e desafio de focar SP no futebol

Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

  • Robson Ventura/Folhapress

    O técnico Ricardo Gomes, do São Paulo

    O técnico Ricardo Gomes, do São Paulo

O São Paulo abriu o treinamento pela primeira vez na semana nesta sexta-feira, após a invasão do CT por torcedores organizados no último sábado. Falando à imprensa, o técnico Ricardo Gomes revelou a tensão nas horas após o incidente, e o temor de como a equipe responderia no partida contra o Coritiba no dia seguinte (o resultado foi empate em 0 a 0).

"Foi difícil, em 24 horas tínhamos o jogo. Tinha receio, não tinha a certeza como seria a resposta dos jogadores, alguns estavam ainda pensando no que aconteceu. É uma situação extraordinária. Não posso dizer que empatamos por causa da invasão do CT, mas acabou tendo um peso", explicou.

Segundo o comandante, o fechamento dos treinamentos durante a semana teve justamente o objetivo de trazer de volta o foco dos atletas ao futebol. Nesta sexta, Gomes já mostrou mais tranquilidade, e adotou postura otimista para o clássico.

"Durante a semana, resolvemos fechar os treinos para exatamente parar de falar disso. Não digo esquecer, mas o assunto tem que ser futebol. Na minha cabeça, o trabalho é melhorar a qualidade do espetáculo. Se ficar falando de invasão, você perde o foco. Tínhamos que fechar, e focar. Antes da partida contra o Coritiba fiquei muito preocupado, mas conseguimos jogar. Perdemos oportunidades, mas foi mais a falta de sorte do que a pressão o motivo de não ganharmos".

Ao invés de lamentar a chegada de um clássico em um momento conturbado como o atual, Gomes comemorou. Para o treinador, é uma chance de recuperar rapidamente a confiança dos jogadores e recolocar o time no caminho das vitórias.

"É ruim quando não tem um clássico, vejo coisas boas. Temos um elenco reduzido mas qualificado. Gostaria de ter time descansado e completo, mas não é o caso. Vamos preparar, o mais importante é futebol, é um clássico. Temos que abordar esse clássico sabendo dos nossos problemas, Cueva vai chegar no dia, Rodrigo Caio está machucado, mas com boa preparação temos chance de sair vitoriosos. Se você consegue três pontos no clássico, a confiança dos jogadores está resolvida. Com essa confiança, esse processo que estamos passando será esquecido".

O clássico contra o Palmeiras acontece na próxima quarta-feira, no Allianz Parque.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos