'Muro da separação' é concluído pelo Palmeiras às vésperas de clássico

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

  • José Edgar de Matos/UOL Esporte

    Muro da Academia de Futebol ganhou altura e separou definitivamente o Palmeiras do SP

    Muro da Academia de Futebol ganhou altura e separou definitivamente o Palmeiras do SP

Depois de 26 anos, Palmeiras e São Paulo se encontram devidamente separados. O muro responsável por separar os dois centros de treinamento foi concluído às vésperas do encontro entre os dois times, marcado para quarta-feira, dia 7, no Allianz Parque.

Restam apenas a pintura da parte final do muro, erguida na entrada da Academia de Futebol, e a instalação de arames farpados em toda a extensão do local para a obra ser devidamente finalizada.

A conclusão da obra próximo ao encontro dos dois vizinhos, no entanto, se trata de apenas uma coincidência. A reforma era planejada pelo Palmeiras antes mesmo da chegada do técnico Cuca.

José Edgar de Matos/UOL Esporte

Mais do que qualquer melindre em relação ao rival, o muro erguido servirá para manter a boa convivência entre são-paulinos e palmeirenses, que há mais de duas décadas instalaram o departamento de futebol na Barra Funda.

Segundo apuração do UOL Esporte com pessoas ligadas ao Palmeiras, a construção serve como uma forma de precaução contra espionagem.

Funcionários do Palmeiras, mais de uma vez, flagraram câmeras de dentro da Academia de Futebol com as lentes viradas para o CT da Barra Funda, local dos treinamentos são-paulinos.

Antes da construção do muro, apenas uma mureta e grandes árvores separavam os dois CTs. Agora, após 26 anos, Palmeiras e São Paulo se encontram separados, justamente a poucos dias do duelo entre os dois grandes rivais pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos