Com Neymar "marcado", técnico pede para Colômbia pensar só em futebol

Do UOL, em São Paulo

  • Paulo Whitaker/Reuters

    Neymar discute com Teo Gutierrez em jogo válido pela Olimpíada: clima quente entre Brasil e Colômbia no futebol

    Neymar discute com Teo Gutierrez em jogo válido pela Olimpíada: clima quente entre Brasil e Colômbia no futebol

Na história em construção de Neymar com a seleção brasileira, já é possível apontar a Colômbia como a maior rival do atacante. Os confrontos recentes entre os países foram marcados pela alta voltagem e por polêmicas envolvendo o camisa 10 brasileiro, situação que fez o técnico Jose Pekerman pedir para os colombianos pensarem apenas em futebol na noite desta terça-feira, em Manaus, pelas Eliminatórias da América do Sul.

"Como jogador (Neymar) é fantástico. É o jogador que todos do futebol valorizam, admiram e querem ver jogar. Ele não tem fronteiras, é admirado por sua qualidade. É uma oportunidade muito boa para que possamos fazer um jogo pensando apenas no futebol, que a equipe jogue bem e consiga o resultado. Este é o mais acertado. Tomara que possamos esquecer de outras coisas que nunca são boas de acontecer", disse.

A declaração de Jose Pekerman visa acalmar os ânimos dos jogadores colombianos, que deixaram a partida válida pelas quartas de final dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em agosto atacando o estilo de jogo de Neymar e cobrando a sua expulsão por uma falta considerada "desqualificável". Sem citar o camisa 10, Teófilo Gutiérrez chegou a dizer que o Brasil fez "manha" em campo.

Naquela oportunidade, a Colômbia era representada por um time olímpico bem diferente do que entrará em campo às 21h45 (de Brasília) desta terça-feira. Até o técnico era outro (Carlos Restrepo). Mas os resquícios daquele encontro permanecem, com jogadores colombianos afirmando ao longo da semana que não gostam do estilo de Neymar. "Nós sabemos que ele faz para tocar um pouco nosso orgulho e não gostamos disso", disse o volante Sebastián Pérez ao canal "Sportv".

A rivalidade entre Neymar e Colômbia teve como primeiro capítulo a joelhada de Zuñiga que tirou o brasileiro da Copa do Mundo de 2014, ainda nas quartas de final. Os dois países voltaram a se enfrentar em amistoso em setembro daquele ano, com vitória do Brasil por 1 a 0 e gol de Neymar.

O clima voltou a ficar quente na Copa América de 2015, quando Neymar se envolveu em uma confusão com Carlos Bacca após o jogo válido pela primeira fase e acabou expulso, pegando posteriormente quatro partidas de suspensão.

No jogo da Olimpíada em agosto, além das reclamações colombianas ao estilo de jogo do brasileiro, vale destaque o clima quente visto na Arena Corinthians. Neymar foi alvo de muitas faltas e o jogo permaneceu tenso durante os 90 minutos da vitória brasileira por 2 a 0.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos