Vasco volta a São Januário e tenta domar vaias e xingamentos da torcida

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

    Jorginho e Zinho durante jogo do Vasco; técnico foi chamado de 'burro' no último jogo em casa

    Jorginho e Zinho durante jogo do Vasco; técnico foi chamado de 'burro' no último jogo em casa

Em má fase e há seis jogos sem vencer, o Vasco retornará a São Januário neste sábado (10), contra o Oeste, pela Série B, tendo que domar a impaciência da torcida, que tem perseguido alguns jogadores e não poupou até mesmo o técnico Jorginho.

Na última partida no estádio, quando o Cruzmaltino foi derrotado pelo Vila Nova por 2 a 1, o treinador ouviu pela primeira vez, em mais de um ano de clube, o grito de "burro" da arquibancada. Na saída de campo, ele demonstrou certa irritação e chegou a ser contido pelo auxiliar Zinho.

Após o jogo, Jorginho admitiu que ficou chateado com a situação, mas lembrou também que costuma receber muito carinho dos vascaínos.

Outro extremamente perseguido durante toda a partida foi o volante Diguinho, que apresentou algumas falhas em duelos recentes. A cada toque na bola o jogador era vaiado.

"O Diguinho foi extremamente vaiado, mas buscou a bola, não se escondeu, é isso que quero: personalidade. São nos momentos difíceis que a gente encontra o cara que não se abate, não se esconde no adversário", declarou Jorginho.

Se o Vasco não vencer o Oeste no sábado, a equipe corre o risco de perder a liderança da Série B e terminar a rodada, no pior dos cenários, em quarto lugar com o mesmo número de pontos do quinto colocado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos