Passarella é processado pela Justiça por fraude administrativa no River

Do UOL, em São Paulo

  • Juan Mabromata/AFP

O ex-jogador e técnico argentino Daniel Passarella está sendo processado pela Justiça do país por fraude na revenda de ingressos durante sua gestão como presidente do River Plate entre 2009 e 2013, informa a agência de notícias EFE.

Passarella, outros diretores do clube e torcedores organizados foram processador por fraude administrativa. Segundo a agência de notícias nacional argentina, Télam, os envolvidos no caso, incluindo o ex-jogador, foram multados em 2 milhões de pesos cada (mais de R$ 420 mil).

O processo se arrasta desde 2012 quando o esquema foi denunciado por um sócio do River Plate, quando foi a um jogo do clube e percebeu que seu lugar estava ocupado por uma pessoa que tinha as mesmas entradas que ele, comprada em uma revenda ilegal.

A agência ainda informa que o River Plate é investigado por ceder uma porcentagem dos ingresso para torcedores membros de torcidas organizadas violentas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos