Torcedores do Santa Cruz agredidos antes de clássico deixam hospital

Bruno Thadeu

Do UOL, em São Paulo

O torcedor Amilton Lima Cruz deixou o hospital Getúlio Vargas na manhã desta segunda-feira. Presidente da torcida uniformizada Inferno Coral, do Santa Cruz, Amilton Lima dos Santos foi agredido por torcedores do Sport no domingo, antes do clássico entre as duas equipes, na Ilha do Retiro, pelo Campeonato Brasileiro.

Amilton foi internado no domingo com escoriações na cabeça, mas não corria risco de vida. De acordo com a Secretaria de Saúde de Pernambuco, Amilton está consciente e assinou termo de responsabilidade para deixar o hospital.

Na noite de domingo, André Sales de Lima Júnior recebeu alta hospitalar horas depois de dar entrada com ferimentos na cabeça. André prestará depoimento nesta segunda-feira no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A Polícia de Pernambuco deteve dois suspeitos de terem participado no espancamento coletivo de Amilton Lima dos Santos. A agressão aconteceu na região central de Recife. O embate entre torcedores foi registrado por pessoas que passavam no início da tarde pela avenida Caxangá, em Recife. Pelo menos 10 pessoas agrediram os dois torcedores do Santa Cruz. 

"Policiais detiveram 2 suspeitos de agredirem violentamente Amilton Lima dos Santos, presidente da Torcida Organizada Inferno Coral, os quais serão interrogados por Delegados do Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente e da Força Tarefa de Homicídios, para decidirem quanto aos indícios de autoria e formalização de eventual flagrante", afirmou a Secretaria de Defesa Social em comunicado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos