Gastos com futebol desequilibram contas de 21% dos torcedores, diz estudo

Do UOL, em São Paulo

  • REUTERS/Fernando Donasci

    Jovens entre 18 e 24 são os que mais ficam contas no vermelho em nome do futebol

    Jovens entre 18 e 24 são os que mais ficam contas no vermelho em nome do futebol

Dois em cada 10 torcedores brasileiros, mais precisamente 21,3%, acabam tendo problemas no orçamento no fim do mês em virtude de gastos com futebol. Essa foi a conclusão do estudo feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

A paixão desenfreada pelo futebol acaba sendo mais problemática aos jovens. São eles quem mais comprometem as finanças para custear o futebol.

O estudo aponta que dos 21,3% dos torcedores que têm orçamento desequilibrado em função do futebol, quase 30% tem entre 18 a 24 anos. Além disso, 23,1% dos torcedores com contas a fechar fazem parte das classes C, D e E. A amostragem ocorreu nas capitais brasileiras.

"O time do coração ocupa um espaço importante na vida dos torcedores e isso se reflete nos hábitos de consumo. O problema é quando os gastos acabam desequilibrando o orçamento com compras não planejadas e excesso de endividamento. O mais indicado é que a pessoa reserve uma parte do orçamento para esses gastos e respeite os limites traçados, sempre de acordo com sua realidade financeira", diz o educador financeiro do SPC, José Vignoli. 

Custo mensal com o futebol

O gasto médio do torcedor com o futebol é de R$ 256 mensais.

Nesse caso, os produtos mais procurados pelos torcedores entrevistados foram bebidas (33,8%), camisetas de times (31,9%), ingressos para partidas (29,5%), aperitivos (28,0%), idas a bares e restaurantes para acompanhar jogos (26,3%), pagamento de TV por assinatura (25,6%) e pay per view (15,9%).

A pesquisa revela que o futebol pode ocasionar até mesmo a perda de compromissos importantes, como reuniões, consultas médicas, datas comemorativas ou um encontro: 6,3% dos torcedores admitiram passar frequentemente por situações dessas.

Além disso, um quarto (25,4%) dos brasileiros que gostam de futebol já cometeu alguma loucura em nome do time do coração, sendo que a mais comum é fazer uma viagem para um lugar muito longe para acompanhar uma partida do time (12,9%), seguida por terminar um relacionamento amoroso (5,4%) e vender um bem para assistir a uma partida (3,5%).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos