Saída de Marciel evidencia erros cometidos pelo Cruzeiro no início do ano

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Volante é o quinto reforço do início do ano que não vinga e deixa o Cruzeiro

    Volante é o quinto reforço do início do ano que não vinga e deixa o Cruzeiro

Sem espaço no Cruzeiro, o volante Marciel teve seu empréstimo rescindido com o clube e retornou ao Corinthians. A notícia foi anunciada pelo time celeste na tarde da última segunda-feira. Com isso, o garoto de 21 anos encerra sua passagem tímida e bastante apagada em Minas Gerais. Apesar de cotado como promessa, o volante é mais uma das contratações do início do ano que não deram certo e se desligaram do time, refletindo hoje os erros cometidos pela diretoria nos primeiros meses do ano.

Dos oito jogadores anunciados até o início do Campeonato Mineiro, apenas três continuam no elenco de Mano Menezes. São eles: Bruno Nazário, Federico Gino e Lucas Romero. Da trinca, apenas o volante argentino briga constantemente por uma vaga na equipe principal. Os outros cinco nomes do pacote que desembarcaram em janeiro já se desligaram da equipe ou foram repassados para outros clubes: Douglas Coutinho, Rafael Silva, Pisano, Sánchez Miño e agora Marciel.

De acordo com os cartolas do Cruzeiro, as condições financeiras do clube não eram tão favoráveis no primeiro semestre quanto agora. Por isso, o clube precisou ser econômico na hora de ir às compras para só depois buscar reforços com mais ousadia. Dentro de campo, o time só começou a render após a chegada das novas contratações. Além de Mano, parte da reação cruzeirense na temporada, pulando da 19ª colocação para o atual 14º lugar, passa pelas recentes contratações. Rafael Sóbis e Ramón Ábila deram mais qualidade ao time, assim como o meia Rafinha e o lateral Edimar.

Muito por conta da forte concorrência no setor, Marciel deixou o Cruzeiro com apenas cinco jogos realizados, sendo três pelo estadual, um pela Primeira Liga e outro pelo Brasileiro. Além disso, uma lesão no joelho deixou o jovem de molho por cerca de um mês. Seja com Deivid, Paulo Bento ou Mano Menezes, as oportunidades foram tão poucas que o volante não estourou nenhum limite de jogos para impedi-lo de reforçar outra equipe. Portanto, estará à disposição do Corinthians tanto para o restante do Brasileiro quanto para a sequência da Copa do Brasil.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos