6 anos depois: Inter garante R$ 1,4 milhão por venda de Walter

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Neco Varella/Freelancer

    Inter fez acordo para receber parte atrasada da venda de Walter ao Porto, em 2010

    Inter fez acordo para receber parte atrasada da venda de Walter ao Porto, em 2010

Walter, hoje no Goiás, foi negociado pelo Internacional em julho de 2010, mas ainda rende dinheiro aos cofres do Beira-Rio. No começo do mês, o time gaúcho conseguiu acordo para receber cerca de R$ 1,4 milhão. A quantia será paga pelo Rentistas-URU, devedor desde a saída do centroavante para o Porto, de Portugal.

Inter e Rentistas se acertaram em audiência no TAS/CAS (Tribunal Arbitral do Esporte/Corte Arbitral do Esporte). O encontro acertou pagamento parcelado de cerca de 400 mil euros (R$ 1,49 milhão na cotação atual).

Walter foi negociado pelo Inter em meio à disputa da Copa Libertadores de 2010. Depois de sumir dos treinos e reclamar da reserva, ele foi liberado para se transferir. O Rentistas, do Uruguai, serviu como ponte para a negociação junto ao Porto.

Em julho daquele ano, o time português anunciou a chegada de Walter e um contrato de cinco anos. Com multa rescisória de 30 milhões de euros.

Semanas antes, o Inter vendeu sua parte nos direitos econômicos do centroavante por 3,7 milhões de euros. O repasse da fatia foi ao empresário Juan Figger, que controla as ações do Rentistas. Posteriormente, o time uruguaio negociou os direitos do atleta com o Porto.

Depois de passar pelo clube português, Walter jogou por Cruzeiro, Goiás, Fluminense e Atlético-PR. Neste ano, no meio do Brasileiro, foi emprestado e voltou ao clube goiano, que está na Série B do Nacional.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos