Mendes se diz semelhante a Roger, elogia grupo e espera contato do Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Antônio Melcop

    Milton Mendes comandou o Santa Cruz e é um dos cotados para assumir o Grêmio

    Milton Mendes comandou o Santa Cruz e é um dos cotados para assumir o Grêmio

Milton Mendes depende apenas de um contato do presidente do Grêmio para fechar com o clube. O profissional disse que durante a madrugada foi procurado por intermediários e que uma ligação bastaria para acerto. Em entrevista a reportagem do UOL Esporte, Mendes elogiou o elenco e caracterizou seu trabalho com semelhanças a Roger. 

"Seria uma honra trabalhar no Grêmio, é um clube que tem uma história muito linda no futebol brasileiro, um clube que eu gosto muito. Não fui procurado por pessoas do clube, apenas por intermediários até agora. Mas eu estou totalmente disponível e empolgado com esta situação", disse o treinador que comandou o Santa Cruz no Brasileirão. 

Com 51 anos, o profissional construiu sua carreira no futebol português. Por lá jogou em uma série de clubes e começou como treinador. Ao todo, passou por quatro clubes no Brasil, comandou times no Qatar e também no Japão. 

"O Roger fez um grande trabalho. Até considero que nossas características são semelhantes. Tenho condições de prosseguir o trabalho feito por ele e, é claro, acrescentando questões de meu cunho pessoal. O Grêmio tem por aproveitado muito bem os jovens das categorias de base, acho que há muitos jogadores qualificados surgindo no clube. A preparação do grupo foi muito bem feita", acrescentou. 

É exatamente um comandante emergente, sanguíneo e capaz de seguir o trabalho realizado por Roger Machado que pretende o comando do Grêmio. Além de Mendes, Rogério Micale, que comandou a seleção olímpica do Brasil está cotado. 

Elogios ao grupo

Na saída de Roger, que pediu demissão após a derrota por 3 a 0 para a Ponte Preta, levantou-se dúvidas sobre a qualidade do elenco do Grêmio. O próprio zagueiro Pedro Geromel, que foi capitão do time no jogo, disse que o grupo não é qualificado o suficiente para brigar pelo título. Mendes, de pronto, discorda de tal afirmação. 

"Acho o elenco do Grêmio muito qualificado. Todos os times oscilam no Brasileiro, e o Grêmio está oscilando agora. Mas tem jogadores de seleção brasileira, de seleção olímpica, de seleção de outros países. Como um elenco assim será fraco? Precisa, sim, imediatamente recuperar a confiança para render o que já rendeu neste campeonato mesmo. Isso é o que precisa ser feito", explicou. 

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, deve conceder entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira para tratar dos assuntos referentes ao novo técnico e também ao novo departamento de futebol, totalmente alterado durante a madrugada. Enquanto isso Milton Mendes espera ansiosamente um contato que o faça se apresentar imediatamente ao clube. "Seria uma honra e uma alegria muito grande", finalizou. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos