Simeone reduz tempo de contrato com o Atlético de Madri em 2 anos

Do UOL, em São Paulo

  • Reuters / Kai Pfaffenbach

    Treinador argentino reduziu contrato no clube espanhol de 2020 para 2018

    Treinador argentino reduziu contrato no clube espanhol de 2020 para 2018

Diego Simeone e Atlético de Madri alteraram o acordo anterior que vinculava o treinador até julho de 2020 no clube. As duas partes acertaram um novo contrato, que estabelece a parceria até o meio de 2018. A diminuição do tempo do técnico no clube foi um pedido do próprio Simeone, informa a imprensa espanhola.

Após o vice-campeonato na Liga dos Campeões, o Atlético de Madrid intensificou sua investida para que Simeone continuasse no clube.

Ele tinha proposta do Paris Saint Germain, que o tornaria o técnico mais bem pago da Europa. Simeone decidiu permanecer no Atlético de Madrid, mas com a condição de que fosse refeito o contrato com o time espanhol, diminuindo de 2020 para 2018 seu tempo.

No Atlético desde 2011, Simeone é o maior ídolo da torcida. Ele levou o time para duas finais de Liga dos Campeões (ambas perdidas para o Real Madrid). O Atlético venceu um Campeonato Espanhol, uma Liga Europa, além de Supercopa da Espanha e da Europa e Copa do Rei.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos