Tite explica convocação do goleiro Muralha: "Já são 2 anos em alto nível"

Do UOL, em São Paulo

Tite explica a convocação do goleiro Muralha, do Flamengo

Treinador da seleção brasileira, Tite surpreendeu ao convocar, na tarde desta sexta-feira (16), o goleiro Muralha, do Flamengo. Na sequência, explicou o que lhe motivou a dar uma chance ao atleta: "Ele faz sua segunda temporada em alto nível", disse.

"Afora o grande momento que vive o Muralha, a regularidade é importante. Ele vem fazendo um ótimo Campeonato Brasileiro. Assim como fez no Figueirense. Já são dois anos em alto nível", avaliou. "A atuação em um jogo decisivo, como foi o do Flamengo contra o Palmeiras, quando ele fez boa defesa em chute de Gabriel Jesus, conta. As saídas seguras do gol também contam", prosseguiu. 

Confira a convocação completa da seleção

Muralha desfalcará o Flamengo em pelo menos uma rodada do Brasileirão, a 29ª, na qual o rubro-negro enfrentará o Santa Cruz como mandante. Tite, em outro momento da entrevista, disse que leva em consideração a situação dos clubes na hora de montar a lista e tenta evitar que as equipes sejam prejudicadas, mas acrescentou: a prioridade é a seleção. 

"Minha primeira responsabilidade, e a maior responsabilidade, é fazer o melhor para a seleção. Paralelamente a isso, eu, como técnico ou ex-técnico de clube, preciso ser um pouco criterioso para, quando dois atletas têm o mesmo nível, não prejudicar uma equipe que está postulando um título, uma vaga em Libertadores, brigando contra o rebaixamento. E isso também vai pesar - não prioritariamente, mas é levado em consideração, sim". Para Tite, portanto, não há outro goleiro, além dos também convocados, no nível de Muralha. 

Na convocação passada, o treinador chamou Alisson (Roma), Weverton (Atlético-PR) e Marcelo Grohe (Grêmio). Os dois primeiros foram mantidos, e Grohe perdeu a vaga para Muralha. O comandante confessa que o mau momento do Grêmio no nacional prejudicou o goleiro: "A primeira pessoa que ouço é o Taffarel, mas a decisão é minha. Se a equipe não está legal, também tem uma influência na convocação".

A seleção brasileira enfrentará a Bolívia em casa, partida agendada para Natal, no dia 6 de outubro, e a Venezuela em Mérida, no dia 11 de outubro. As duas partidas serão válidas pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, a ser disputada na Rússia. No classificatório, após oito rodadas, o Brasil está na segunda colocação, atrás apenas do Uruguai. 

Thiago Silva volta à seleção após conversas

Tite explica a volta de Thiago Silva à seleção brasileira

O zagueiro do Paris Saint-Germain Thiago Silva, capitão da seleção na última Copa do Mundo, voltou a ser convocado. Tite explicou, na entrevista, que só o chamou depois de longa conversa e de ouvir do próprio atleta que está disposto a defender o Brasil. 

"Uma das primeiras coisas que fiz como técnico da seleção brasileira foi ligar para o Thiago (Silva) e para o Marcelo. Para sentir como eles estavam em relação à seleção. Os dois se mostraram muito contentes. Falaram da alegria da família, da realização pessoal... Em nenhum momento deixei claro que seriam convocados, queria saber o que eles sentiam".

Marcelo já havia sido chamado na primeira convocação de Tite, para os jogos contra Equador e Colômbia, e tornou a estar na lista. Thiago Silva esperou um pouco mais, mas também voltou à seleção.

"Essa é uma convocação mais equilibrada", disse o treinador, por agora não enfrentar mais o problema de ter jogadores em pré-temporada na Europa. "Por vezes tenho de escolher um entre dois atletas, e os dois estão bem... e essa disputa vai para quem está um momento acima, como foi também com Douglas Costa e Taison, com Fernandinho e Rafael Carioca".  

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos