Polêmica contra Inter rende suspensão a L. Lima, Dorival e mais 2 do Santos

Do UOL, em São Paulo

  • Jeferson Guareze/AGIF

O julgamento realizado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta quarta-feira (21) rendeu a suspensão de uma partida para Lucas Lima. O jogador do Santos havia sido expulso durante o duelo contra o Internacional, em 8 de setembro, na derrota por 2 a 1. A punição, porém, fora cumprida na rodada seguinte do Campeonato Brasileiro.

A expulsão de Lucas Lima rendeu polêmica. O meia recebeu dois cartões amarelos por, suspostamente, estar retardando o reinício da partida. Na saída de campo, o zagueiro Gustavo Henrique se irritou com a arbitragem de Rodrigo Raposo e afirmou que o árbitro estava "mal-intencionado".

Por causa da declaração, Gustavo Henrique foi suspenso por duas partidas. A mesma punição foi dada a Dorival Júnior, que também havia reclamado da arbitragem depois do confronto.

Por último, o presidente do Santos, Modesto Roma Júnior, foi suspenso por 90 dias e terá que pagar uma multa de R$ 40 mil. A declaração do mandatário santista depois da partida foi a mais forte em relação à arbitragem.

"Peguem os últimos jogos deste cidadão. Sempre o mandante venceu! Quem falou que esse cidadão sabe apitar. O que ele fez não foi severidade. Ele foi com a intenção de fazer o que fez. Quem é o amigo desse cidadão? Quem é o padrinho? Ele é de Brasília, né? Tem um mercadinho lá", afirmou na época.

Todas as punições cabem recurso. O departamento jurídico do Santos tentará efeito suspensivo em todos os casos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos