Fagner exalta retorno da tranquilidade por vitória e compara Carille a Tite

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

    Fagner comemora título brasileiro ao lado do filho Henrique

    Fagner comemora título brasileiro ao lado do filho Henrique

Fagner é mais um a celebrar a vitória que ameniza a crise vivida no Corinthians. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (22), o lateral direito comemorou a vitória em cima do Fluminense que deu vaga às quartas de finais da Copa do Brasil.

A equipe conseguiu respirar após dias difíceis, com demissão de treinador, derrota em clássico dentro de casa, depredação do próprio patrimônio pela torcida e protestos contra a diretoria.

"Uma vitória é sempre importante, tanto na vitória quanto na derrota você tem aprendizados. Foi uma vitória importante, veio a classificação para a próxima fase, isso te dá uma tranquilidade de dois ou três dias. O Corinthians te deixa no limite. A vitória dá confiança", explicou.

O jogador, assim como a diretoria, elogiou bastante a atuação de Fábio Carille, substituto de Cristóvão Borges e disse ver futuro brilhante para o atual treinador por causa da experiência com Tite, que agora é seu técnico na seleção brasileira.

"Fabio tem a vantagem que conhece todo mundo que está aqui. Ajudou a trazer A ou B. Conhece a característica de cada atleta. Teve uma escola com Tite, aprendeu muita coisa. O que ele buscar passar para nós o Corinthians que vai ganhar

"Trabalhou muito tempo com ele (Tite). Gosta do método, estilo, muita coisa que segue, que tem como escola. Tenho certeza que se continuar nesta linha, tem tudo para ter um futuro brilhante"

Filho de lateral escolhe flamenguista como o melhor

Ao lado de Henrique, seu filho, Fagner viveu as vezes de um assessor de imprensa. O garoto respondeu a perguntas e mostrou que não tem vergonha de falar para câmeras e microfones.

Seguindo conselho do pai, ele já escolheu a posição. "Eu quero ser atacante e torço para o Corinthians", brincou. Antes, ele havia sido questionado sobre quem é o melhor jogador de futebol que ele já viu jogar. "Sem ser ele? (apontando para o Fagner). O Diego (do Flamengo)".

Fagner explicou a preferência e conta como é o filho. "Ele viu o Diego jogando lá na Alemanha comigo. Por isso ele gosta".

"Ele cobra muito em casa. No jogo em Curitiba, minha mulher reclamou do pênalti que eu fiz e ele quis me defender. Rolou até estresse", lembrou ele.

Cássio e Rodriguinho tratam lesões

Cássio não treinou nesta quinta-feira (22), no CT Joaquim Grava. O goleiro saiu do jogo contra o Fluminense com dores no ombro e precisará fazer tratamento para se recuperar. A tendência, no entanto, é que ele esteja à disposição para o reencontro com os cariocas, desta vez, pelo Brasileirão, no domingo.

É o mesmo caso de Rodriguinho, que sentiu dores no joelho esquerdo e ficou fazendo tratamento. O meio-campista deve atuar.

Já Uendel e Guilherme seguem no departamento médico e ainda não podem ser confirmados para domingo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos