Vélez aciona a Fifa contra o City por contratar menor de idade

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Benjamin Garré atuo na base do Vélez, mas decidiu se transferir para o City quando completou 16 anos

    Benjamin Garré atuo na base do Vélez, mas decidiu se transferir para o City quando completou 16 anos

O Vélez Sarsfield apresentou queixa formal na Fifa contra o Manchester City. O ingresso do clube argentino à entidade ocorreu após a saída do meio-campista Benjamín Garre, de 16 anos, rumo à Inglaterra.

O City violou as regras da Fifa, acusa o Vélez. Garre não tinha registro profissional com o Vélez.

"Nunca tínhamos experimentado um ato imoral como esse. Não sabemos o que foi oferecido ao pai do atleta e ao próprio atleta para convencê-los. O Vélez defende os valores e atuamos de boa fé. Não estamos interessados em cobrar 50 mil euros ou 1 milhão de euros por um jogador se isso prejudica a ele mesmo", disse Raúl Gámez, presidente do Vélez, ao jornal Daily Telegraph.

O City afirma que Benjamín Garre tem passaporte italiano e que esperou ele completar 16 anos para finalizar o acerto.

Nos últimos anos, a Fifa puniu Barcelona, Real Madrid e Atlético de Madri por assediar e contratar jovens atletas. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos