Por economia, conselheiros pedem novo técnico no Corinthians em dezembro

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr./Ag.Corinthians

    O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade

    O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade

Esperar até dezembro para contratar um novo técnico pode ajudar o Corinthians a ter mais opções para a escolha e baratear o acerto. É essa a justificativa dos conselheiros e sócios que defendem um pouco mais de calma na hora de definir o substituto de Cristóvão Borges, demitido no sábado passado após a derrota por 2 a 0 para o Palmeiras. 

Roberto de Andrade recebe muita pressão para contratar um comandante o mais rápido possível, mas também admite que o fim do Brasileirão pode levar ao mercado nomes interessantes, como os de Paulo Autuori e Oswaldo de Oliveira, hoje empregados.

Além dessa possibilidade, no aspecto de negócio fica mais fácil falar com um nome desempregado. A oferta para a contratação pode ser mais baixa e atender ao teto estipulado pelo departamento financeiro, que quer pagar no máximo o salário que Tite tinha antes de ir para a seleção brasileira.

Enquanto isso, Roberto analisa inclusive os nomes de empregados, como o de Eduardo Baptista, da Ponte Preta. O técnico, no entanto, pretende terminar o contrato que tem em Campinas até o fim desta temporada. Já divulgou até nota oficial para ratificar isso.

Roger, que pediu demissão do Grêmio, é outro nome que tem sido analisado, mas divulgou por meio de seu empresário que também não pretende assumir um time agora.

Como já mostrou o Blog do Perrone, Vanderlei Luxemburgo, que também está sem emprego, tem alto índice de rejeição por causa do alto custo pela contratação.

Enquanto isso, a direção torce para Fábio Carille. Um bom desempenho do interino neste meio do caminho pode dar mais calma para a tomada de decisão e até, eventualmente, oficializar a permanência dele por mais tempo e economizar ainda mais dinheiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos