Apesar de revés, Corinthians fala em evolução e não prioriza Copa do Brasil

Do UOL, em São Paulo

  • Rubens Cavallari/Folhapress

Ao menos no discurso, o clima no Corinthians é de otimismo. Mesmo após a derrota para o Fluminense em casa e a descida na tabela para a 7ª colocação no Brasileirão, jogadores e comissão técnica mostram confiança em uma reviravolta.

No último domingo, Fábio Carille disse que vê o time crescendo de produção e que a equipe jogou melhor na derrota do que na vitória de quarta-feira, contra o mesmo adversário. Na zona mista, os atletas replicaram o discurso.

Nesta segunda-feira, foi a vez de Camacho usar palavras parecidas e elogiar o time crescendo após a saída de Cristóvão Borges.

"Nós criamos bastante e não fizemos gol e uma vitória muda tudo. Mas é o começo do trabalho do Carille, sem nem ter dia para treinar. Nós temos muito a evoluir. Pelos dois jogos, o time deu uma boa melhorada. Pela vontade que todos mostram, o time vai dar uma guinada", destacou.

A quatro pontos do Santos, o 4º colocado, a equipe descarta priorizar a Copa do Brasil em busca de uma vaga na Libertadores.

A diretoria alvinegra já avisou, por meio de seu presidente, Roberto de Andrade, que o mínimo esperado é uma vaga na competição sul-americana em 2017.

"Não dão para falar em prioridade. Tem muita água para rolar e ainda nem estamos em outubro. O Corinthians é um candidato ao título e vamos com tudo para cima do Cruzeiro", completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos