Diretor executivo do Inter tem casa pichada com ameaça de morte

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Jeremias Wernek/UOL

    Newton Drummond voltou ao Inter em agosto e foi ameaçado após série de derrotas

    Newton Drummond voltou ao Inter em agosto e foi ameaçado após série de derrotas

A série de cinco derrotas consecutivas, e a briga contra o rebaixamento, renderam ameaças a profissionais do Internacional. Newton Drummond, diretor executivo de futebol do clube, teve a casa pichada com mensagem de intimidação.

O caso foi noticiado pelo jornal Zero Hora e confirmado pelo UOL Esporte. Drummond teve o portão de sua residência vandalizado.

"Sem B ou morte", diz a mensagem pintada com spray vermelho. O incidente foi registrado na Polícia Civil. De acordo com o dirigente, este foi o segundo caso de ameaça anônima nas últimas semanas.

"Quem fez isso na minha casa, não é torcedor do Internacional", disse Newton Drummond em entrevista à Rádio Guaíba. "Não posso aceitar que façam isso com uma pessoa que tem uma história no clube", completou.

O diretor executivo voltou ao Beira-Rio no começo de agosto, juntamente com Fernando Carvalho e Ibsen Pinheiro.

Newton Drummond já havia trabalhado como supervisor no Beira-Rio entre 2002 e 2011. Depois, voltou em 2013 e ficou até o início de 2014.

Com 27 pontos, o Internacional é 18º colocado na tabela do Campeonato Brasileiro. Na quarta-feira, enfrenta o Santos no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. No sábado, recebe o Figueirense, às 21h (Brasília), em partida válida pela 28ª rodada do Brasileirão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos