Fla acumula fracassos e jejum de títulos continentais nas últimas décadas

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • VANDERLEI ALMEIDA/AFP

    Muralha, do Flamengo, não consegue evitar gol do Palestino na Sul-Americana

    Muralha, do Flamengo, não consegue evitar gol do Palestino na Sul-Americana

O desempenho do Flamengo em competições continentais nas últimas duas décadas não tem sido o mesmo que em território nacional, onde conquistou duas Copas do Brasil e um Brasileirão. Com a inesperada queda para o Palestino (CHI) nas oitavas de final da Copa Sul-Americana, o clube segue sem títulos e acumula eliminações precoces.

De 2000 para cá, foram seis saídas na primeira fase e três nas oitavas de final, entre Libertadores e Sul-Americana.

As melhores colocações foram um vice-campeonato na Copa Mercosul de 2001 e uma queda nas quartas da Libertadores de 2010.

Além do desempenho aquém do esperado, o Flamengo acumulou algumas eliminações históricas neste período - como nas oitavas da Libertadores de 2008 para o América do México, após vencer fora por 4 a 2 e perder por três 3 a 0 na volta com um Maracanã lotado, num jogo que consagrou o artilheiro Cabañas.

Mais recentemente, em 2014, novo vexame na Libertadores, quando caiu na primeira fase para o León, do México, outra vez num Maracanã com grande público.

Técnico da equipe, Zé Ricardo ressaltou o equilíbrio atual do futebol entre os países:

"O futebol de hoje está mundialmente bem nivelado. Todo mundo trabalha bem, em todas as ligas há resultados surpreendentes, o que um tempo atrás não acontecia. Deu para perceber que tem trabalho muito bom no Chile. Lamentamos muito nossa eliminação, mas nossa carreira é feita de sucessos e insucessos. Precisamos evoluir e amadurecer".

O último título internacional do Flamengo foi a Copa Mercosul, em 1999.

Um estrangeiro eliminado em 15 anos

O fracasso do Flamengo nas últimas duas décadas também tem mais dois números negativos: o clube só eliminou um estrangeiro em fase de mata-mata nos últimos 15 anos, o Real Potosí, da Bolívia, na Libertadores de 2012. 

O Rubro-Negro também é o clube brasileiro com maior número de eliminações na primeira fase da Libertadores: quatro.

Veja abaixo o desempenho do Fla nas últimas duas décadas:

Libertadores

2002 – 1ª fase
2007 – Oitavas
2008 – Oitavas
2010 – 4ª de final
2012 – 1ª fase
2014 - 1ª fase

Sul-Americana

2003 – 1ª fase
2004 – 1ª fase
2009 – 1ª fase
2011 – Oitavas

Mercosul

2000 – Quartas
2001 - Vice

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos