Tite tem segundo maior salário entre os técnicos de seleções, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

  • Lucas Figueiredo/MoWa Press

    Jornal diz que Tite é o segundo técnico mais bem pago entre seleções

    Jornal diz que Tite é o segundo técnico mais bem pago entre seleções

Depois da demissão de Sam Allardyce da Inglaterra, Tite assumiu o posto de segundo técnico de seleções mais bem pago de todo o mundo. Pelo menos é o que informa nesta quinta-feira o jornal Daily Mail, que só coloca o turco Fatih Terim à frente do brasileiro.

Segundo a publicação britânica, Tite recebe da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) 2,5 milhões de libras (R$ 10,4 milhões) por ano, o que daria uma média de pouco mais de R$ 850 mil mensais, muito mais do que os R$ 450 mil que recebia no comando técnico do Corinthians.

O líder da lista hoje é Fatih Terim, treinador da seleção da Turquia, com 2,7 milhões de libras (R$ 11,3 milhões) por temporada. Antes dele, o primeiro colocado era Allardyce, que deixou nesta quarta-feira do comando técnico da Inglaterra. Antes de ser entrar em um acordo para deixar a Federação Inglesa, ele tinha um contrato de 3 milhões de libras (R$ 12,5 milhões) por ano.

Na lista dos dez mais bem pagos ainda aparecem, na ordem, Joachim Löw (R$ 9 milhões), da Alemanha, Jürgen Klinsmann (R$ 8,4 milhões), dos Estados Unidos, Carlos Queiroz (R$ 6,7 milhões), do Irã, Didier Deschamps (R$ 5,4 milhões), da França, José Pekerman (R$ 5,2 milhões), da Colômbia, Giampiero Ventura (R$ 4,8 milhões), da Itália, e Fernando Santos (R$ 4 milhões), de Portugal.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos