Do futebol amador ao Corinthians em 15 meses: conheça a trajetória de Luidy

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Douglas Araújo/Divulgação

    Luidy disputou sua primeira partida como profissional em fevereiro passado

    Luidy disputou sua primeira partida como profissional em fevereiro passado

Da seleção de União dos Palmares, Alagoas, para o Corinthians em apenas 15 meses. A trajetória ascendente do meia-atacante Luidy ganhou mais um capítulo nesta quinta-feira (29). O atleta de 20 anos, que defende o CRB, acertou com o clube alvinegro por quatro anos e passará a atuar pela equipe a partir de janeiro de 2017.

Luidy tornou-se jogador de futebol profissional aos 19 anos e disputou a primeira partida no time principal do CRB em fevereiro deste ano. O bastante para impressionar o Corinthians, assim como treinador Mazzola Júnior, atual comandante do time alagoano. 

Para trazer detalhes do primeiro reforço do Corinthians para a próxima temporada, o UOL Esporte falou por telefone com Mazzola Júnior. Segundo ele, Luidy é dono de características marcantes. Entre as mais destacadas estão as jogadas individuais, o drible e personalidade mostrada em jogos grandes.

"O Luidy é um jogador diferente hoje do futebol brasileiro. Ele tem o 'um pra um' muito bom, um drible em espaço curto e uma mudança de direção muito interessante. Joga pelos dois lados do campo, ambidestro. Ele acompanha o lateral, é muito predisposto", ressaltou o técnico.

Mazzola, porém, conta que o início da carreira tardio trouxe uma consequência em relação à parte física do atleta. Isso, inclusive, foi um dos temas da conversa que ele teve com o coordenador técnico do Corinthians,  Alessandro, e com o observador do clube, Mauro.
 
"Ele não tem escopo físico porque não teve trabalho de base. E está melhorando isso agora. Mas as partes orgânicas e aeróbica são boas. Conversei com o Mauro e o Alessandro sobre essa situação também, a parte física, mas principalmente da personalidade e das características", disse Mazzola.


Ascensão 

Luidy chegou a defender o Murici em Alagoas, mas não conseguir dar sequência à carreira. Mas um jogo entre a seleção de União de Palmares contra o CRB selou seu destino. Na ocasião, o meia-atacante teve bom desempenho e foi chamado pelo time da capital.

Douglas Araújo/CRB
Luidy soma nove gols em 47 jogos

"Ele chegou em junho do ano passado. Jogava no sub-20 e trabalhava conosco no profissional. Depois, no dia 2 de janeiro, passou a ficar o tempo todo no profissional e foi incorporado ao time do CRB", relembrou Mazzola. 

Luidy começou a ganhar a vaga de titular logo na segunda chance no time, em um jogo contra o ASA, pelo Campeonato Alagoano. O jogador atuou por 77 minutos e marcou um dos gols da vitória por 3 a 1. Na semifinal, ele balançou a rede em um triunfo sobre o Coruripe. Na decisão, entre os 11 do time, sagrou-se campeão estadual. 
 
"Escalei ele de titular no clássico com o ASA. Ele foi muito bem, fez gol. A partir daí passou a jogar com mais frequência, até o jogo contra o Sport (pela Copa Nordeste) e contra o Vasco Na Copa do Brasil), quando ficou muito clara a personalidade que ele tem em jogos grandes, contra adversários de renome. Ele acabou mostrando uma atitude competitiva", frisou.
 
O meia disputou apenas 47 partidas como profissional, de fevereiro a setembro, com nove gols marcados - seis deles na Série B, conquistando o posto de artilheiro do time de Mazzola Júnior.
 
"É um menino que merece tudo isso, não só pela personalidade dentro de campo e as características técnicas. Ele tem cabeça boa, é um menino humilde. Bom profissional, que gosta de treinar. A gente torce para ele dar certo e que tenha um futuro legal. Por vê-lo trabalhar, torço por ele. E pelo nível de trabalho também. Ele merece", ressaltou.
 

Dificuldades antes de defender o CRB

Até o ano passado, Luidy morava na zona rural de União de Palmares, cidade de 66 mil habitantes localizada ao norte do estado e a cerca de 70 km de Maceió. Lá, o jogador vivia em uma casa sem piso, com terra batida no interior.
 
Alguns meses depois do acerto com o CRB, Luidy pôde comprar uma casa para os pais, que ainda moram em União dos Palmares. O jogador, por sua vez, mora em um apartamento na capital: "Ele se preocupou logo em dar uma casa para o pai e para a mãe", afirmou Mazzola.
 
Engana-se, porém, quem pensa que o começo no clube alagoano foi fácil. Luidy ainda morou algum tempo nos quartos do Centro de Treinamento. "Ele chegou aqui em junho do ano passado. Ele ficava no alojamento do Corinthians de Alagoas, que o time usava, e dormia embaixo da arquibancada, em uma dificuldade muito grande", ressaltou o treinador.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos