Alecsandro é absolvido por unanimidade e se livra de 'fantasma' do doping

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Mauro Horita/AGIF

    Alecsandro está definitivamente absolvido pelo tribunal desportivo paulista

    Alecsandro está definitivamente absolvido pelo tribunal desportivo paulista

Horas antes de encarar o Santa Cruz, em duelo pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras recebeu uma ótima notícia nos bastidores. O atacante Alecsandro acabou absolvido no pleno do TJD-SP (Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo) e livrou-se de vez do 'fantasma' do falso-positivo no exame antidoping.

A informação foi confirmada pelo UOL Esporte pelo advogado Bichara Abidão Neto, que representa o jogador. Alecsandro foi absolvido por unanimidade pelos cinco auditores presentes na sessão desta segunda-feira.

No início de agosto, o Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) suspendeu Alecsandro por dois anos. Na partida contra o Corinthians, em abril, o atacante fora  flagrado em exame antidoping pelo uso de agentes anabolizantes. A substância em questão seria a Andarina.

Entretanto, a defesa do jogador conseguiu reverter a punição no mês passado ao comprovar o 'falso-positivo', resultado explicado por Bichara Abdião Neto ao UOL Esporte no dia 6 de setembro. A tese aceita pela WADA acabara rejeitada pela Federação Paulista.

"O metabólito que seria a substância proibida era uma molécula idêntica: a Flutamida, contida na loção que (Alecsandro) usou para o tratamento capilar. Era a mesma molécula nas duas substâncias, a proibida e a permitida. Usamos a mesma tese na FPF, e eles negaram. A WADA aceitou", afirmou Abidão Neto.

A tese apresentada pela defesa de Alecsandro passou por uma análise no mesmo laboratório de Los Angeles responsável pela prova e pela contraprova dos exames que resultaram na condenação do atacante.

O laboratório promoveu um teste com o metabólito apresentado na tese de defesa e o resultado se assemelhou à substância dopante. Alecsandro, desta forma, foi liberado para retornar às atividades na Academia de Futebol.

Liberado pelo tribunal, o atacante de 35 anos recebeu uma oportunidade; Alecsandro defendeu o Palmeiras na derrota por 1 a 0 para o Botafogo-PB, pela Copa do Brasil. Ele está na delegação que enfrenta nesta segunda-feira o Santa Cruz.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos