Antiga lembrança de Tite pode definir substituto de Paulinho na seleção

Dassler Marques

Do UOL, em Natal

  • Reprodução / Instagram

    Giuliano pelo Zenit, seu novo clube: início de temporada fulminante

    Giuliano pelo Zenit, seu novo clube: início de temporada fulminante

Já se vão sete anos que Tite e Giuliano trabalharam juntos no Internacional, mas o conhecimento elevado do treinador sobre o atleta pode pesar para que seja definido o substituto de Paulinho na seleção brasileira. Suspenso, o volante não atuará na próxima quinta-feira, diante da Bolívia, em Natal, o que deixa uma interrogação na montagem da equipe. 

A lembrança do trabalho com Giuliano em 2009, porém, pode fazer Tite se decidir por ele como o novo titular da equipe. As demais opções são Oscar, chamado pela primeira vez, e Fernandinho, favorito para jogar como volante.

Em teoria, a função que está em aberto na equipe é diferente do habitual para Giuliano. Pelo Zenit-RUS, ele tem início de temporada fulminante, com nove gols e sete assistências nos 10 primeiros jogos entre o Campeonato Russo e a Liga Europa. Por lá, entretanto, o ex-gremista atua como meia-atacante, às costas do centroavante da equipe. Não é exatamente o que Tite procura para o lugar de Paulinho. Mas aí entra a velha lembrança...

No Internacional, Giuliano desempenhou função idêntica, como articulador dentro do desenho tático do 4-1-4-1. Naquela equipe não estava apenas Tite, mas também seu auxiliar Cléber Xavier, o analista de desempenho Maurício Dulac e o preparador físico Fábio Mahseredjian, todos hoje na seleção brasileira. 

Nesse novo papel, Giuliano não apenas precisa marcar mais, mas também auxiliar na transição da equipe para o ataque e sincronizar seus movimentos com Renato Augusto, titular absoluto da seleção no mesmo setor.  

Essa ideia de um recuo foi ratificada, por sinal, em conversas com Roger Machado, ex-comandante do Grêmio. Pela equipe gaúcha, Giuliano se acostumou a jogar pelos lados do campo, outra posição que executa com naturalidade, mas circunstancialmente também foi recuado para a função de articulador. 

Embora tenha como princípio desse começo de trabalho não mudar a posição ocupada por cada atleta em seu clube, Tite deve abrir exceção para Giuliano justamente por todo esse contexto. É bem possível que, a partir desta segunda-feira, já coloque a ideia em prática na atividade aberta marcada para as 18h na Arena das Dunas. Já foi assim, inclusive, durante o segundo tempo de Brasil 2 x 1 Colômbia, em setembro. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos