D'Ale não garante volta ao Inter e descarta ajuda: "Não posso me meter"

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Jeremias Wernek/UOL

    Argentino fica no River até dezembro; depois, destino é incerto

    Argentino fica no River até dezembro; depois, destino é incerto

D'Alessandro é jogador do Internacional, está no River Plate e de lá não fará nada além de torcer. Nesta segunda-feira (3), no lançamento da terceira edição do jogo beneficente Lance de Craque, o meia descartou auxiliar o atual elenco do Colorado na luta contra o rebaixamento.

"Não posso me meter hoje no clube. Sou atleta do River. Não sou ninguém importante para chegar no vestiário e falar. Não é meu trabalho. E nem passaria por cima da diretoria que está lá", disse.

A passagem por Porto Alegre não rendeu sequer visita ao CT do Parque Gigante e muito menos contato com o grupo onde ele esteve até fevereiro.

"A minha realidade hoje é outra, mas acompanho. Não vou mentir, acompanho. Antes acompanhava o River, agora acompanho o Inter. É uma situação difícil, não posso falar muita coisa. Tenho maior respeito com o grupo que está lá, que está tentando sair dessa situação. Que a coisa melhor é que possa sair dessa zona. O que depois vai acontecer... Estou muito feliz na Argentina, aproveitando a família", contou.

O empréstimo termina em dezembro, mas a volta não é garantida. Existe a possibilidade de ele seguir no River Plate em 2017. Antes disso, o futuro nem é abordado. E muito menos permite luxos como passar perto do estádio.

"Não vou estar no Beira-Rio e mesmo estando aqui, acharia ruim eu ir. Criaria algo no torcedor que não têm porque. O que menos temos de fazer é atrapalhar. Deixar quem está lá trabalhar. O que temos que torcedor, mas não criar nenhuma situação fora do contexto...", afirmou depois.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos