De volta, Fernandinho define acontecimentos da Copa de 2014: "tudo de ruim"

Dassler Marques

Do UOL, em Natal (RN)

  • Buda Mendes/Getty Images

Dos 24 jogadores convocados por Tite para as partidas contra Bolívia, na quinta-feira, e Venezuela, na terça-feira seguinte (11-10), sete estiveram na última Copa do Mundo. Entre os que retornam à seleção brasileira, o volante Fernandinho avaliou a presença maciça do grupo de Luiz Felipe Scolari na atual equipe. 

"Muito se falou em relação aos jogadores que jogaram a Copa do Mundo, a essa geração. Mesmo após essa decepção, todos retornaram a seus clubes e todos fizeram o trabalho da mesma maneira, e continuaram seus trabalhos. Por mais que tenha acontecido tudo de ruim, da forma decepcionante que foi, mantivemos o mesmo nível do que fizemos nos clubes. Vamos tentar fazer o mesmo na seleção também", disse Fernandinho. 

Sobre os jogos contra equipes teoricamente mais frágeis, o jogador do Manchester City pediu respeito. "Temos que ter cautela e respeito com os dois adversários. A Bolívia venceu o Peru em casa, empatou com Chile, que é uma das melhores seleções das Eliminatórias. Recentemente, tiveram a volta de jogadores importantes com uma troca de treinador e com isso vem uma injeção de ânimo para todos se provarem", ressaltou.

Na sequência, Fernandinho também definiu o sentimento em vestir a camisa do Brasil outra vez. "Fico muito feliz e contente em poder servir a seleção novamente, é um motivo de orgulho e satisfação. Eu vivo um bom momento na minha equipe e espero poder fazer o mesmo na seleção brasileira". 

Os seguintes jogadores estiveram na Copa e estão nesta seleção: Daniel Alves, Neymar, William, Paulinho e, novidades de Tite, Oscar, Thiago Silva e Fernandinho. Se Marcelo não tivesse sido cortado por lesão, seriam oito. 

Confira mais respostas de Fernandinho:

MESMA POSIÇÃO DO CLUBE
A gente quer fazer o melhor e colocar aqui o que faz no seu clube. Se eu tiver a chance de jogar, de me escalar, vou tentar fazer o que tenho feito no City, porque a formação tática e o estilo de jogo são muito parecidos. Não devo ter dificuldade em me adaptar.

NOVO MOMENTO DO CITY
Tem sido bom jogar ao lado de grandes jogadores. Nessa temporada, com um novo treinador e uma nova forma de jogar e um novo esquema tático, conseguimos conquistar bons resultados de cara. De início se cria uma expectativa grande, mas estamos no começo por viver esse momento e jogar dessa forma. É só o começo, mas temos um caminho pela frente e espero manter esse mesmo nível para conquistar o que a gente quer, que são os títulos.

CRESCIMENTO COM GUARDIOLA
Trabalhamos há muito pouco tempo, são só três meses e pouco, mas se vê coletivamente uma diferença muito grande. Individualmente, em alguns jogadores, no meu caso também. O primeiro passo talvez seja a parte física que agora é muito boa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos