Kelvin admite fragilidade do ataque e pede marcação especial sobre Rogério

Luis Augusto Simon

Do UOL, em São Paulo

  • Andre Yanckous/AGIF

    Ex-tricolor, Rogerio tem se destacado nos últimos jogos pelo Sport

    Ex-tricolor, Rogerio tem se destacado nos últimos jogos pelo Sport

O São Paulo enfrenta o Sport, na quarta-feira, um daqueles jogos que valem seis pontos, e o atacante Kelvin pede marcação especial sobre um ex-companheiro.

"Ele é muito habilidoso e finaliza bem. Precisamos ter marcação especial para evitar que ele nos dê muita dor de cabeça", disse, referindo-se ao atacante Rogério.

Sim, o mesmo Rogério que deixou o clube por não se adaptar ao posicionamento exigido por Edgardo Bauza e também por um desentendimento, dentro de campo, com Maicon.

O São Paulo tem apenas 27 gols marcados em 28 jogos e a análise de Kelvin mostra que Rogério faz falta.

E ele aponta outro motivo para o jejum tricolor, que não marca há três jogos no Brasileiro. "Uma coisa que atrapalhou foi a troca de jogadores. Nosso ataque perdeu o Rogério, Kieza, Kardec, Centurión e o Calleri. É muita gente. Vieram Chavez, Gilberto e o Robson. É uma mudança muito grande"

Kelvin tem 37 jogos no ano. E três gols marcados. Ele reconhece que é pouco. "Os números mostram isso. Podia ter feito mais gols, mas eu tento ajudar de outro jeito, com assistências e participando bastante das jogadas".

A situação é difícil e pode afetar a permanência de Kelvin no São Paulo. "É até difícil falar em planejamento, o jeito é pensar jogo a jogo. Não sei o que vai acontecer, não sei se vou ficar. Não fui procurado por ninguém e também não recebi nenhuma mensagem do Porto. Mas nem penso nisso, estou é lutando pelo clube".

E, além de lutar, ele sonha com uma possível chegada à Libertadores. "Agora, tem duas vagas a mais, se conseguirmos algumas vitórias, podemos chegar sim."

O Atlético-PR é o sexto, com 42 pontos, sete a mais que o São Paulo. Se Palmeiras ou Galo vencerem a Copa do Brasil, haveria vaga para o sétimo colocado. No momento, é o Corinthians, com 41 pontos.

No treino de hoje, estavam Pedro e Gabriel (vindo do Guarani) dois artilheiros do sub-20. Não devem participar da delegação que irá a Recife. São novos e Ricardo Gomes decidiu que só lançará jovens quando a situação melhorar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos