Luxemburgo cita boicote na China e acusa arranjos: 'jogos estão prontos'

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

Vanderlei Luxemburgo foi demitido em junho do Tianjin Quanjin, time da segunda divisão chinesa. Sem conseguir brigar pelo acesso à elite local, acabou substituído por Fabio Cannavaro. Em participação no programa Bem, Amigos, o técnico brasileiro deu sua opinião sobre o desempenho ruim e culpou problemas internos com um empresário local, ex-jogador do clube, como responsáveis pela falta de resultados positivos. 

"Deu errado logo de cara. Os chineses que me contrataram aqui são pessoas sérias, me levaram para lá e mandaram eu montar toda a estrutura, com construção de estádio, centro de treinamentos. Só que quando eu cheguei lá, encontrei um grupo liderado por um ex-jogador, que era um grupo que se envolvia com outros empresários. E eu no meio do caminho com toda minha comissão técnica. Ele com muito mais força, porque esse jogador tinha acabado de parar de jogar e (estava) envolvido com algumas coisas ruins do futebol chinês. Até apareceu aqui no Brasil algumas coisas de apostas", afirmou o treinador.

Segundo Luxemburgo, o ex-jogador em questão "queria ter feito as contratações" do Tianjin. "Ele começou a me boicotar", acusou o treinador.

Resultados arranjados?

Luxemburgo não mediu palavras na hora de criticar a corrupção constatada por ele no futebol chinês. Segundo o treinador brasileiro, a segunda divisão do Campeonato Chinês estava definida "para entregar o jogo", com a conivência dos dirigentes.

"A conversa lá é paralela. Estou dizendo o que o meu presidente (Shu Yuhui) falou para mim. No segundo turno, nós tínhamos que avançar porque 'os jogos estão todos prontos'", explicou o treinador, atualmente sem clube.

"Nos anos anteriores, um monte de gente foi presa (na China). Para o futebol chinês avançar, precisa parar com a corrupção dentro do próprio futebol chinês", declarou também. Eu queria voltar à china, porque acho que a China é o futuro do futebol. Chegar lá e pegar um time na primeira divisão é fácil, mas eu queria marcar um espaço dentro do futebol da China", acrescentou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos