Ex-vice de futebol confirma candidatura à presidência do Inter

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Divulgação/MIG

    Marcelo Medeiros já disputou eleição em 2014 e agora é visto como favorito

    Marcelo Medeiros já disputou eleição em 2014 e agora é visto como favorito

A corrida presidencial no Internacional tem mais um participante. Nesta terça-feira (4), Marcelo Medeiros foi confirmado como candidato do 'Movimento Inter Grande'. Vice de futebol na segunda gestão de Giovanni Luigi, ele é apontado como principal favorito a eleição que pode ter até dois turnos e começa em novembro.

Medeiros, 56 anos, concorre pela segunda vez ao cargo máximo do clube. Em dezembro de 2014, ele foi indicado como candidato da então gestão e foi superado por Vitorio Piffero.

Além dele, a chapa já tem a confirmação de outro nome: Roberto Melo, diretor de futebol entre 2013 e 2014 e que é apresentado como candidato ao cargo de vice de futebol.

O "MIG" já foi alicerce da grande coalizão que comandou o Inter, entre os anos de 2002 e 2010. O debate sobre o modelo de reforma do estádio Beira-Rio promoveu um racha na aliança do chamado G-7 e também deu origem a idas e vindas de conselheiros entre os grupos.

A atual diretoria, que à época da votação sobre a reforma defendeu obras sem investimento privado, deve apontar Pedro Afattato, vice de finanças, como candidato.

Antes de Marcelo Medeiros, José Amarante também lançou sua candidatura à presidência. Vice de administração do clube entre 2013 e 2014, ele representa o Movimento Sócio Deliberativo.

O pleito começa com um turno entre os conselheiros. Em caso de mais de uma chapa com percentual mínimo, a disputa vai para o âmbito do quadro social. O chamado 'segundo turno', onde o torcedor associado pode votar, está previsto para 10 de dezembro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos