Guardiola cortou até a internet dos jogadores do City, conta argentino

Do UOL, em São Paulo

  • REUTERS/Nigel Roddis

Concentrado com a seleção argentina para os jogos das Eliminatórias da América do Sul, o lateral Pablo Zabaleta concedeu uma entrevista para a emissora "Tyc Sports" na qual contou como é a experiência de ser treinado por Pep Guardiola no Manchester City.

Segundo o argentino, o espanhol é um dos melhores treinadores com o qual trabalhou. Mas não faltam excentricidades em sua forma de comandar o grupo, como no controle no uso de internet e a obrigação de o grupo fazer as refeições ao mesmo tempo 

"Você sempre quer e sonha de ser treinado pelos melhores técnicos, e hoje tenho a oportunidade de trabalhar com um dos melhores. Na verdade, se aprende muito, especialmente pela forma como vive (o futebol). Mais do que pelo conhecimento, por sua paixão pelo futebol", disse.

"Ele nos obriga a tomar café da manhã e almoço juntos no clube. Cortou a nossa internet, estamos incomunicáveis. Nem o 3G é liberado", completou.

Zabaleta está na Argentina para os treinos da seleção para os duelos contra o Peru, na próxima quinta-feira, e diante do Paraguai, no dia 11 de outubro. O país ocupa a terceira colocação das Eliminatórias da América do Sul com 15 pontos.

Jornal lista "dez mandamentos" de Guardiola

Para ilustrar o que disse Zabaleta, o jornal catalão Sport listou os "dez mandamentos" que Guardiola instaurou em seus primeiros meses no comando do City.

São eles: a alimentação nutritiva, a pontualidade nos treinos, a restrição a telefones celulares e internet, o modo adequado de se vestir, o companheirismo, a educação com os funcionário do clube, o respeito à imprensa e à torcida, a proibição de vazamentos de assuntos do vestiário, os horários de saídas noturnas e um sistema de multas para punir quem fugir das regras.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos