Vice de finanças é confirmado como candidato à presidência do Inter

Do UOL, em Porto Alegre

  • Divulgação/Inter

    Pedro Affatato (esq) será o candidato da atual gestão do Inter na eleição presidencial

    Pedro Affatato (esq) será o candidato da atual gestão do Inter na eleição presidencial

A disputa presidencial do Internacional está oficialmente completa. Nesta quarta-feira (5), a atual diretoria confirmou seu candidato. Pedro Affatato, vice de finanças desde 2015, será o concorrente de Marcelo Medeiros e José Amarante no pleito de novembro.

O nome de Affatato já era apontado como muito provável e foi confirmado indiretamente por Vitorio Piffero, presidente do Inter.

"Sim, a situação vai lançar candidato. Não serei eu, mas vocês vão saber no momento oportuno", respondeu ao ser indagado sobre o tema. "Vocês devem saber quem é, mas prefiro deixar que seja anunciado por si próprio", completou quando reiterada a pergunta. Ao ouvir o nome de Pedro Affatato, confirmou. "Viu como vocês sabem?".

Esta é a segunda vez que Pedro Affatato concorre ao cargo máximo do Internacional. Em 2010, ele disputou eleição contra Giovanni Luigi. O pleito marcou o grande racha da coalisão política que comandou o clube gaúcho por oito anos.

Affatato foi um dos entusiastas do projeto de reforma do Beira-Rio com recursos próprios. Luigi defendeu a busca por uma parceria com iniciativa privada.

Os dirigentes tem até a próxima sexta-feira para registrar suas chapas no conselho deliberativo do Inter. A votação junto aos conselheiros acontece na primeira quinzena de novembro. Se duas chapas superarem a cláusula de barreira, a decisão vai para o chamado 'segundo turno', com participação dos associados. A previsão é que o pleito junto aos sócios ocorra em 10 de dezembro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos