Canarinho com cara de mau: CBF busca aproximação e lança mascote da seleção

Dassler Marques

Do UOL, em Natal (RN)

A partida entre Brasil x Bolívia na noite desta quinta-feira apresenta uma novidade. Símbolo da seleção brasileira, o canarinho virou também mascote. A partir do jogo da Arena das Dunas, o boneco deve acompanhar a equipe do treinador Tite.

A criação do mascote, que chama a atenção pela cara de mau, está inserida em um contexto de novidades do marketing da CBF para tentar aproximar mais o público da seleção brasileira. 

Nesse sentido, a entidade também criou recentemente o programa CBF Social, para fazer ações com a imagem da equipe. O treinamento de segunda-feira em Natal, por exemplo, arrecadou 10 toneladas de alimentos. A ideia, aliás, é fazer atividades abertas ao público sempre que possível. Em partidas recentes, a CBF também havia instituído melhores preços para quem fosse aos jogos da seleção com a camisa oficial amarela. 

Diante dos bolivianos na capital potiguar, o Canarinho estará no gramado para promover a interação entre público e seleção. São esperadas mais de 31 mil pessoas para a partida válida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos