Equador atropela em casa e mantém Chile fora da zona de classificação

Do UOL, em São Paulo

O Equador não teve dificuldades para vencer o Chile nesta quinta-feira (6), por 3 a 0, no Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018.

A equipe da casa foi muito superior no confronto e contou com gols de Antonio Valencia, Cristian Ramírez e Felipe Caicedo para definir o placar, que quebrou uma série de três derrotas consecutivas do Equador.

O resultado manteve os chilenos, atuais bicampeões da Copa América, fora da zona de classificação para a Copa, na sétima posição, com apenas 11 pontos. Já o Equador, com 16, encostou no líder Uruguai, que ainda joga nesta quinta contra a Venezuela.

Equador usa velocidade e aproveita falhas

Guillermo Granja/Reuters

Fiel ao seu estilo de jogo de muita velocidade e força física, o Equador atropelou e contou com vacilos da defesa adversária para chegar aos gols. Antonio Valencia abriu o placar após aproveitar cruzamento de Enner Valencia que passou por toda a área chilena; Ramírez fez o segundo aproveitando sobra sem marcação; e Caicedo, também livre na área, desviou para as redes para marcar o terceiro.

Atacante escapa de ser preso antes do jogo e sai de maca

Juan Cevallos/AFP

Enner Valencia, atacante da seleção equatoriana, quase foi preso minutos antes da partida, quando o ônibus da delegação chegou ao estádio. A polícia tentou deter o jogador, acusado de não pagar pensão alimentícia, mas ele foi protegido pelos companheiros e conseguiu entrar no Atahualpa. Já no segundo tempo, após aparentemente sentir uma lesão muscular, ele saiu de maca, com direito a máscara de oxigênio, e foi substituído por Ayoví.

Chile não vence há três rodadas

Guillermo Granja/Reuters

A última vitória do Chile nas Eliminatórias foi em 29 de março, quando o time fez 4 a 1 na lanterna Venezuela. Desde então, o bicampeão sul-americano perdeu do Paraguai fora de casa e empatou em seus domínios com a Bolívia. Novamente, a falta de organização defensiva foi crucial para o time não conseguir um bom resultado.

Machucado, Valdivia não sai do banco

De volta à seleção chilena após quase um ano de ausência, o meia Jorge Valdivia não foi utilizado pelo técnico Juan Antonio Pizzi. O ex-palmeirense se recupera de uma contratura muscular na coxa e preocupa também para o jogo contra o Peru, na próxima terça-feira (11).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos