Santos inaugura Casa Meninos da Vila para as revelações do clube

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Divulgação/SantosFC

    A Casa Meninos da Vila alojará os garotos da equipe sub 20 do Santos

    A Casa Meninos da Vila alojará os garotos da equipe sub 20 do Santos

Em meio as comemorações do Centenário da Vila Belmiro, o Santos inaugurou nesta quinta-feira a Casa Meninos da Vila – um alojamento para os jovens talentos da equipe sub 20 do clube paulista. Até então eles se hospedavam na Vila Belmiro.

O novo alojamento dos Meninos da Vila fica na Rua Tiradentes, em Santos-SP, próximo a Vila Belmiro, de frente para os portões 1, 2 e 3 do estádio.

A casa tem dois andares. O térreo possui uma sala e um quarto, enquanto o piso superior conta com dois quartos, uma suíte e um banheiro. Na área externa do local foram construídos quatro quartos e um vestiário para os atletas.

"É mais um investimento do Santos dedicado às categorias de base, feito com recursos próprios, com aumento de patrimônio para alojar os meninos da categoria sub 20. Hoje temos 20 atletas alojados, mas a casa tem capacidade para mais atletas. Acho que é importante que o Santos consolide seu patrimônio. Há muito tempo, desde a chácara Nicolau Moran, o Santos não adquiria um patrimônio. É importante que esse patrimônio seja usado para o bem do Santos, valorizado com uso. É uma casa próxima da Vila Belmiro e que dará muito conforto a estes meninos do sub 20", afirmou o presidente Modesto Roma.

Os campeões olímpicos e revelados no Santos, Zeca e Thiago Maia, compareceram a casa para prestigiar a inauguração. A dupla enfatizou a importância do investimento do clube e ressaltou diversas dificuldades vividas nas categorias de base.

"Experiência única, isso passa quando você chega em um juniores ou profissional, alojamento, convivência junto com outros atletas, acaba pegando um pouco. Acho que a casa que o presidente está fazendo será ideal para os atletas, vão se sentir em casa, como se estivessem em sua própria casa. Isso ajuda muito na sua formação", disse Zeca. 

"Quem conhece minha história sabe das dificuldades que passei, morei em um motel. É um privilégio o que o presidente Modesto Roma fez, dar uma casa para eles. Fico muito feliz por isso, eles merecem. Os jogadores precisam se preocupar apenas em jogar, e agora eles têm essa mansão para eles. Você vê de fora e acha que é pequena, mas por dentro é realmente grande. Fico feliz por eles, sei da dificuldade que passaram", afirmou Thiago Maia.

Sem dinheiro para treinar no início da carreira, quando jogava Futsal em São Caetano, Thiago Maia passou fome para não gastar a verba da passagem. O jogador é natural de Boa Vista, em Roraima, e quando chegou a São Paulo para fazer testes nos clubes, ele e sua mãe, Dona Vanda, tiveram que morar em um motel por falta de recursos financeiros.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos