City reserva R$ 603 mi para Guardiola gastar em reforços, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

  • Oli Scarff / AFP

O Manchester City separou uma bagatela de 168 milhões de euros (R$ 603 mi) para Guardiola gastar como quiser na próxima janela de transferências. Segundo o "Daily Mirror", o clube inglês já separou a verba para o período de contratações de janeiro de 2017.

Junto a isso, a publicação destacou quais são os atletas que mais interessam ao treinador espanhol, que desembolsou quase 200 milhões na última janela.

O principal alvo é um jogador que o Barcelona está de olho. Formado na base do clube catalão, o lateral direito Hector Bellerín, do Arsenal, deve ser disputado entre os espanhóis e o Manchester City, enquanto o próprio clube londrino lutará para mantê-lo na capital inglesa.

Aos 21 anos, o defensor está avaliado em 45 milhões de euros (R$ 161 mi) e pode ficar ainda mais caro caso o Arsenal consiga renovar seu contrato por cinco anos, em acordo que o tornaria um dos mais bem pagos do time treinado por Wenger.

Também na defesa, Guardiola pretende gastar uma fortuna para tirar Leonardo Bonucci da Juventus. O zagueiro custaria cerca de 67 milhões de euros (R$ 240 mi) aos cofres do Manchester City.

Por fim, o gabonês Pierre-Emerick Aubameyang seria mais uma peça para o potente ataque do clube inglês, que contará com o reforço de Gabriel Jesus a partir do ano que vem. O jogador do Borussia Dortmund poderia custar até 56 milhões de euros (R$ 201 mi).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos