Inglaterra vence Malta com tranquilidade em estreia de técnico interino

Do UOL, em São Paulo

A Inglaterra não teve dificuldades para vencer Malta, por 2 a 0, no estádio de Wembley, em Londres, neste sábado (8), em jogo válido pela segunda rodada do Grupo F das Eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia – 2018. Os gols foram marcados por Sturridge e Dele Alli. Mais de 81 mil torcedores acompanharam a partida no local. 

Com o resultado, a seleção inglesa chegou aos seis pontos, manteve 100% de aproveitamento e alcançou a liderança da chave. A Escócia, que poderia ultrapassá-la, empatou por 1 a 1 com a Lituânia, em casa, e ficou com quatro pontos. 

Este foi o primeiro jogo da Inglaterra sob o comando do técnico interino Gareth Southgate, que assumiu a seleção após Sam Allardyce ser demitido em decorrência de um escândalo. Na ocasião, Allardyce foi flagrado explicando, entre outras coisas, como burlar as leis do mercado de contratações.

Southgate deve permanecer no cargo até o fim do ano. A Federação Inglesa de Futebol (FA) já admitiu oficialmente que procura um novo treinador para 2017. 

Ian Kington/AFP Photo
Sturridge disputa a bola contra jogadores de Malta

Inglaterra soberana na primeira etapa

Atuando em casa, a seleção inglesa não tomou conhecimento de Malta nos primeiros 45 minutos. O meio-campista Jordan Henderson foi o principal jogador dos mandantes e participou dos melhores lances da Inglaterra na etapa inicial.

Seu companheiro de clube e seleção, o atacante Daniel Sturridge também se destacou e, depois de exigir uma bela defesa do goleiro Hogg, marcou o primeiro gol da partida. Aos 29 minutos, ele aproveitou um cruzamento do próprio Henderson, cabeceou com categoria e fez Inglaterra 1 a 0.

A dupla Sturridge e Henderson apareceu novamente aos 38 minutos, em uma bela troca de passes. A bola sobrou para Dele Alli, que precisou finalizar duas vezes para superar o goleiro Hogg e ampliar a vantagem: 2 a 0. 

Com uma vitória parcial tranquila, a única baixa para os mandantes no primeiro tempo foi a lesão do lateral esquerdo Ryan Bertrand, substituído por Rose, aos 19 minutos. 

Eddie Keogh/Reuters
Gareth Southgate comemora gol da Inglaterra

Queda de ritmo no segundo tempo

A seleção inglesa não manteve o volume de jogo na etapa final e apenas administrou a vantagem, sem tomar sustos de Malta.

Southgate aproveitou que o adversário não oferecia perigo  e promoveu as outras duas substituições que restavam: aos 23 minutos, ele colocou o jovem Rashford, do Manchester United, no lugar de Walcott, do Arsenal.

Cinco minutos depois, foi a vez de Sturridge sair aplaudido para a entrada de Jamie Vardy, campeão inglês com o Leicester na temporada passada.

Desta forma, o resultado não foi mais alterado e a Inglaterra celebrou o triunfo tranquilo ao lado de sua torcida. 

Agenda

A seleção inglesa volta a campo na próxima terça-feira (11), às 15h45 (horário de Brasília), para encarar a Eslovênia, fora de casa. Já Malta, no mesmo dia e horário, visita a Lituânia. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos