Quarto goleiro pega pênalti e salva festa do Santos no centenário da Vila

Do UOL, em São Paulo

Em amistoso comemorativo pelos 100 anos de história da Vila Belmiro, o Santos ficou no empate em 1 a 1 com o Benfica na tarde deste sábado (8). O resultado poderia ter sido pior se o goleiro João Paulo (o quarto goleiro da equipe) não tivesse feito a defesa do segundo pênalti da agremiação portuguesa quando o jogo estava 1 a 0 para os visitantes.

O amistoso marcou ainda a despedida oficial do ex-lateral Léo e contou com a participação do ídolo Giovanni.

Ivan Storti/Santos FC
Léo é homenageado no intervalo

No Campeonato Brasileiro, o Alvinegro volta aos gramados na quinta-feira (13) para o clássico com o São Paulo, às 21 horas (de Brasília), no Morumbi.

Quem foi bem: João Paulo defende pênalti e salva festa

Aos 39 minutos do segundo tempo, José Gomes sofreu mais um pênalti. O próprio jogador foi para a cobrança e o goleiro João Paulo defendeu, salvando o Santos da derrota.

"Fiquei muito feliz com o pênalti defendido. Todo o goleiro imagina a sua estreia defendendo um pênalti", disse ele em entrevista coletiva.

Quem foi mal: Lucas Veríssimo, o bom anfitrião

O zagueiro santista Lucas Veríssimo fez duas faltas dentro da área dos anfitriões, o que resultou em duas penalidades. Na primeira cobrança, o Benfica inaugurou o marcador e, para a sorte do beque, o goleiro João Paulo defendeu a segunda tentativa dos portugueses.

FRED CASAGRANDE/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
Giovanni participa de amistoso contra o Benfica

Cervi nada amigável

Assim como o próprio nome diz, o clima da partida foi amistoso na maior parte do tempo. Apesar disso, o volante Renato teve que deixar o gramado mais cedo depois de uma entrada dura de Cervi. Sentindo dores, o santista preferiu a substituição para não sofrer uma lesão grave.

Primeiro tempo tranquilo

A etapa inicial da partida entre Santos e Benfica foi morna, sem grandes chances de gols para ambos os lados.

Pênalti relâmpago

O estreante José Gomes entrou com tudo. O português sofreu uma falta de Lucas Veríssimo na área santista e o árbitro assinalou pênalti. Salvio bateu no meio do gol e inaugurou o placar da festa de 100 anos da Vila Belmiro.

Tudo igual com direito a falha do goleiro Ederson

O Peixe conseguiu igualar o marcador aos 42 do segundo tempo para alívio de todos os presentes. Após cobrança de falta de Matheus Oliveira, Fabián Noguera cabeceia firme e o goleiro Ederson falhou.

100 anos de Vila Belmiro

Na Vila, o Santos levantou uma série de títulos recentes, como o Campeonato Paulista de 2006, 2011 e deste ano. Além disso, conquistou marcas de vitórias e invencibilidades consideráveis como no próprio estadual, onde está há cinco anos sem perder em seu estádio.

Festa do Centenário abre espaço para despedida de ídolo

O confronto marcou, também, a despedida oficial de Léo dos gramados, jogador com mais títulos conquistados pelo clube pós-era Pelé. O atual dirigente atuou dez minutos por cada um dos clubes.

Aos 40 anos, Léo alcançou a marca histórica de 210 jogos no estádio, igualando Pelé, que só é superado por Zito, com 218. O jogador teve duas passagens pelo clube: de 2000 a 2005 e de 2009 a 2014, totalizando 455 partidas e 24 gols.

Giovanni em campo

Com as chuteiras penduradas desde 2010, Giovanni, também conhecido como 'Messias' pela torcida do Peixe, participou do confronto contra os portugueses. Convidado por Léo, o ex-atleta ficou em campo por cerca de 10 minutos.

"O ritmo é muito diferente ao de antigamente. Muito mais força e velocidade. Acho que valeu, muito feliz por esses minutos. O sentimento é de gratidão a todos", disse ele em entrevista à TV Globo após o fim do primeiro tempo.

Ivan Storti/Santos FC
Jogadores de Santos e Benfica posam depois de amistoso na Vila

O Santos agradece a preferência

O Benfica é um antigo freguês santista. Além de terem ficado marcados na história por ser o adversário do primeiro título mundial conquistado pelo clube, os portugueses jamais venceram a equipe brasileira. Ao todo, foam oito confrontos, com seis vitórias do Santos e, agora, dois empates, sendo o primeiro justamente no último encontro, há pouco mais de 48 anos.

Elenco feliz com a partida comemorativa

"Jogo foi uma festa, empate merecido, bom para as duas equipes. Parabéns ao Léo e obrigado aos torcedores que compareceram", falou Elano à TV Globo.

"Confronto foi bom até pela sequência da temporada. Foi uma festa bonita, merecida. Estou muito feliz por participar desse dia", disse o zagueiro David Braz.

Novo prefeito de São Paulo marca presença

Eleito no primeiro turno das últimas eleições do dia 2 de outubro, o novo prefeito da cidade de São Paulo, João Dória, marcou presença na festa de 100 anos da Vila Belmiro.
 

Ficha Técnica
Santos 1 x 1 Benfica

Data e horário: 8 de outubro, às 16h05 (de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos-SP
Árbitro: Raphael Claus
Auxiliares: Rogério Pablos Zanardo e Bruno Salgado Rizo
Cartões amarelos: Luiz Felipe (Santos)
Gols: Benfica - Salvio, ao 1º minuto do segundo tempo; Santos; Fabián Nogueira, aos 42 minutos do segundo tempo.
Público: 10.149 pagantes

Santos: Vanderlei (John Victor/João Paulo), Victor Ferraz (Daniel Guedes), David Braz (Lucas Veríssimo), Luiz Felipe (Fabián Noguera) e Zeca (Caju); Thiago Maia (Léo Cittadini/Fernando Medeiros), Renato (Yuri/Matheus Oliveira), Jean Mota (Paulinho/Joel), Elano (Vecchio/Walterson) e Copete (Rafael Longuine); Ricardo Oliveira (Giovanni/Rodrigão/Léo).
Técnico: Dorival Júnior.

Benfica: Ederson; André Almeida (Alan Benitez), Lisandro López (Rúben Dias), Luisão e Eliseu; Celis, Danilo e Cervi; Luka Jovic (José Gomes), Salvio e Carillo (Léo/Diogo Gonçalves).
Técnico: Rui Vitória.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos