Bittencourt deixa de representar Flu nos tribunais por candidatura no Flu

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Armando Paiva/Divulgação

Após defender o Fluminense nos tribunais por mais de 10 anos, o escritório de Mário Bittencourt não representou o clube no julgamento do STJD na manhã desta segunda-feira. Candidato à presidência do Tricolor para o próximo triênio, ao lado de Ricardo Tenório, o advogado notificou o clube na última segunda-feira, dia 3, abrindo mão do contrato que tinha com o clube - inclusive de receber os 30 dias obrigatórios de aviso prévio, segundo afirmou a assessoria de imprensa.

Na notificação extrajudicial, entregue ao clube um dia antes de lançar sua candidatura, Mário Bittencourt, assim como os mais de dez profissionais de seu escritório que atendem ao Fluminense, se dispôs a atuar pró-Bono (sem remuneração) até o fim do ano, para que a instituição não ficasse desassistida. No entanto, somente na manhã desta segunda, após a realização do julgamento, recebeu resposta do clube, abrindo mão de seus serviços a partir do dia 3 de novembro.

O escritório de Mário Bittencourt só não atuou no julgamento desta segunda porque foi comunicado, via e-mail, que não participaria.

"Antes de lançar oficialmente nossa chapa para concorrer à presidência do Fluminense, notifiquei o clube para encerrar o contrato com o meu escritório. Tenho um contrato de prestador de serviço com o clube, mas como concorro à presidência, achamos que esta seria a atitude mais correta, mais transparente", disse o candidato.

"Defender o Fluminense é o mais importante e, por isso, me coloquei à disposição para continuar prestando serviço sem remuneração até o final da gestão. Independentemente do processo eleitoral, precisamos preservar a instituição acima de tudo. Recebi resposta oficial da diretoria comunicando que ficaremos apenas por mais 30 dias, cumprindo o aviso prévio do contrato e repassando todas as causas para os novos profissionais", completou Mário Bittencourt. 

Apesar de não ter representado o Fluminense, Bittencourt diz ter ficado feliz com o resultado dos tribunais, que liberaram os atletas para o jogo com o Flamengo.

"Apenas fui comunicado que meu escritório não seria o responsável por defender o clube no julgamento desta segunda-feira. Fico feliz que todos tenham sido absolvidos e possamos estar fortes para o confronto do dia 13 contra o Flamengo. Continuo à disposição para representar o clube nos julgamentos, caso seja essa a decisão da diretoria nesse período de 30 dias", disse Mário Bittencourt, explicando que, caso vença a eleição, o Fluminense contratará outros escritórios para representar o clube", finalizou Bittencourt.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos