Buffarini topa até ser volante para ajudar SP: "A situação não é bonita"

Do UOL, em São Paulo

  • Érico Leonan/saopaulofc.net

Aos poucos se adaptando ao Brasil e cada vez mais conquistando o carinho dos torcedores do São Paulo, Buffarini se colocou à disposição para atuar em diferentes posições para ajudar Ricardo Gomes e sua equipe na luta contra o rebaixamento.

Depois de ser improvisado na esquerda contra o Sport por causa do desfalque de Mena, com a seleção do Chile, o argentino afirmou estar preparado para atuar até como volante se preciso.

"Sempre joguei pela direita, seja como lateral, volante ou ponta, mas também posso jogar pela esquerda ou no meio de campo. Estou muito contente, porque me senti bem no último jogo e estou cada vez mais adaptado ao clube e ao Brasil. No começo, principalmente na estreia, senti algumas dificuldades, mas agora estou mais confiante para colaborar com a equipe", afirmou o jogador ao site oficial do clube.

"No intervalo, o Ricardo Gomes me perguntou se eu estava preparado para entrar na esquerda. Eu disse que sim, falei que já tinha feito isso na Argentina e ele confiou em mim. Felizmente entrei bem e fiquei contente de poder ajudar o grupo, porque precisávamos pontuar", completou.

Com 36 pontos, o São Paulo está a apenas três pontos da zona de rebaixamento e tem uma sequência difícil pela frente, começando pelo Santos, no Estádio do Pacaembu, na quinta-feira (13).

Buffarini admitiu incômodo com a situação da equipe e disse que é inadmissível ver um time do porte do São Paulo na parte de baixo da tabela.

"Temos que vencer. Não é bonito estar nesta situação. Passei por isso na Argentina, e um clube grande como o São Paulo tem que brigar sempre pelo topo. Vamos trabalhar para sair desta situação incômoda para que a nossa torcida possa desfrutar de um time mais tranquilo na classificação"

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos