Tem novo líder! Brasil abre placar cedo com G. Jesus e supera a Venezuela

Do UOL, em São Paulo

Os 100% de aproveitamento com Tite já permitiram à seleção brasileira dar um salto na classificação das Eliminatórias da Copa do Mundo. Nesta terça-feira, em Mérida, o Brasil fez 2 a 0 contra a Venezuela e, beneficiado pelo empate do Uruguai em visita à Colômbia, alcançou a primeira posição com 21 pontos. 

A exemplo do que ocorreu nos últimos dois jogos, o Brasil comprovou sua boa fase logo de cara. Com 8 minutos de jogo, Gabriel Jesus abriu o marcador sobre a Venezuela após um erro bizarro do goleiro Hernández. Seguro em campo apesar de não contar com Neymar, suspenso, o time brasileiro confirmou o triunfo com gol de Willian. A partida chegou a ser paralisada por um apagão. 

A seleção brasileira volta a campo contra uma pressionada Argentina em Belo Horizonte no dia 10 de novembro. Na mesma sequência, visita a seleção peruana. 

O melhor: Gabriel Jesus

Além de anotar o gol brasileiro, o atacante foi o jogador mais perigoso. Mesmo sem Neymar por perto, o que diminuiu um pouco da presença ofensiva da equipe, Gabriel incomodou os zagueiros venezuelanos e teve pelo menos mais três oportunidades de marcar, além de ter dado assistência a Coutinho. Mas, nada mal: com menos de 20 anos, já tem quatro gols em quatro jogos pela seleção principal, marca inédita em toda a história das Eliminatórias. 

O pior: Hernández

Um erro bizarro do goleiro venezuelano na saída de bola permitiu ao Brasil rapidamente abrir o marcador em Mérida com uma bela finalização de Gabriel Jesus. 

Brasil joga agrupado no ataque e na defesa para controlar a Venezuela 

Na ausência de Neymar, a seleção brasileira obviamente perdeu parte de seu brilho. Por outro lado, teve pelas beiradas dois jogos mais ativos na marcação, com Willian e Coutinho. Assim, bem compacto, o Brasil teve facilidade para controlar o jogo com boa posse de bola, na faixa de 66%, e sofreu poucos sustos na defesa com o time bem ordenado. 

Venezuelanos apostam em Peñaranda, mas não vazam Alisson

George Castellanos/AFP Photo

Com Guerra, campeão da última Copa Libertadores no banco de reservas, a Venezuela tentou propor o jogo contra o Brasil. A exemplo dos últimos jogos, o garoto Peñaranda foi um dos membros mais ativos e deu trabalho a Daniel Alves. As finalizações ruins, entretanto, minimizaram as chances dos donos da casa, praticamente fora da luta por vaga na Copa do Mundo 2018. 

Willian aproveita chance e faz gol como titular

Marco Bello/Reuters

O meia do Chelsea-ING perdeu a posição para Philippe Coutinho, mas mostrou que está vivo. Em Mérida, jogou com disposição, participou bem coletivamente e ainda anotou o segundo gol, com assistência de Renato Augusto. 

Alisson só faz uma defesa diante da Venezuela

Titular desde a segunda rodada das Eliminatórias, o goleiro Alisson novamente passou em branco e não foi vazado. Desta vez, a missão foi mais tranquila, pois a Venezuela só acertou uma finalização no gol defendido por ele - na quinta, a Bolívia só exigiu também uma defesa. Com quatro jogos de Tite, o Brasil sofreu um gol. 

Brasil termina só com um amarelo e não tem suspensos contra a Argentina

George Castellanos/AFP Photo

Um dos objetivos do Brasil na Venezuela era não sofrer cartões amarelos, principalmente com os reservas Lucas Lima e Giuliano e, claro, os titulares Daniel Alves (foto), Filipe Luís e Miranda. A missão foi praticamente cumprida e, com o retorno de Neymar, Tite não terá jogadores suspensos para o clássico com a Argentina em novembro, marcado para Belo Horizonte. O único advertido foi Paulinho pela terceira vez em três jogos. 

FICHA TÉCNICA

VENEZUELA 0 x 2 BRASIL

Local: Estádio Metropolitano de Mérida, em Mérida
Data: 11/10/2016
Hora: 21h30
Árbitro: Victor Carillo (Peru), auxiliado por Jonny Bossio e Raúl López (ambos peruanos)
Cartões amarelos: Ángel, Velázquez, Herrera e Paulinho
Gols: Gabriel Jesus, aos 7min do primeiro tempo, e Willian, aos 8min do segundo tempo

Venezuela: Hernández; Rosales, Ángel, Velázquez e Feltscher; Flores (Herrera) e Rincón; Juanpi (Guerra), Martínez e Peñaranda (Otero); Rondón. Treinador: Rafael Dudamel

Brasil: Alisson, Dani Alves, Marquinhos, Miranda e Filipe Luís; Fernandinho; Willian (Taison), Paulinho, Renato Augusto e Coutinho (Giuliano); Gabriel Jesus. Treinador: Tite.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos