10 histórias curiosas da centenária Vila Belmiro

Do UOL, em São Paulo

  • Alexandre Schneider/Getty Images

    Vila Belmiro completa cem anos nesta quarta-feira

    Vila Belmiro completa cem anos nesta quarta-feira

Inúmeras histórias, muitas conquistas e uma seleção de craques fizeram parte da centenária história do estádio Urbano Caldeira, a mundialmente conhecida Vila Belmiro. No dia 12 de outubro de 1916, a casa do Santos foi inaugurada em uma noite de festa, mas sem futebol. Isso mesmo, na oportunidade, uma chuva forte impediu que o jogo contra o Ypiranga acontecesse. A partida só foi realizada dez dias depois. Veja essa e outras nove histórias da "vila mais famosa do mundo":

SantosFC
A Vila Belmiro em 1916

Vila Belmiro ou Vila Operária?
Em 1915, um ano antes de o estádio ser construído, o bairro onde ele se localiza ganhou o nome de Vila Belmiro em homenagem ao ex-prefeito da cidade, Belmiro Ribeiro. Antes disso, a região era chamada de Vila Operária. Belmiro Ribeiro ficou conhecido por doar terrenos ao município, entre eles alguns na então Vila Operária.

Estreia adiada
A Vila Belmiro foi inaugurada oficialmente no dia 12 de outubro de 1916, mas a bola só rolou no estádio do Santos dez dias depois, já que as fortes chuvas impediram a realização da partida contra o Ypiranga. O duelo, então, foi remarcado para 22 de outubro. Aí, sim, o Santos estreou para valer na nova casa e não decepcionou: vitória por 2 a 1. O primeiro gol do estádio foi de Adolfo Millon Júnior.

Luz nova e derrota
Antes de a bola rolar, festa e celebração. Ao fim do jogo, decepção. Em março de 1931, a Vila Belmiro ganhou um belo presente: o sistema de iluminação do estádio. A instalação foi inaugurada em um amistoso contra uma seleção da cidade de Santos. E o resultado não foi bom para os anfitriões: derrota por 1 a 0, para ofuscar o novo brilho do estádio.

Ídolo/árbitro
A identificação de Urbano Caldeira com o Santos era tão grande que ele até hoje dá nome ao estádio. No entanto, isso não impediu que ex-jogador apitasse uma partida do time de seu coração. Foi um acaso, é verdade: em 1929, o juiz escolhido para um jogo do Santos se sentiu mal e não conseguiu continuar. Urbano Caldeira, então, assumiu a função, mas o resultado considerado foi o construído antes da inusitada substituição.

Quem foi Urbano Caldeira?
O nome oficial da Vila Belmiro é Estádio Urbano Caldeira. Mas quem foi ele? Foi um jogador, treinador e dirigente do Santos, dos mais apaixonados pelo time alvinegro. A história conta que ele às vezes era visto aparando o gramado do estádio, tamanha sua dedicação. Urbano Caldeira morreu em 1933. Poucos dias depois, um dirigente santista sugeriu que esse ídolo desse nome ao estádio da Vila Belmiro. A diretoria rapidamente aprovou a ideia.

Recorde e desabamento
O dia 20 de setembro de 1964 entrou para a história da Vila Belmiro por dois motivos. O primeiro: é a data do recorde oficial de público do estádio, que recebeu 32.986 pagantes para o clássico contra o Corinthians. Só que tanta gente acabou causando um grave problema: parte da arquibancada desabou logo aos 6min de jogo. O saldo foi de 181 pessoas feridas. A partida foi remarcada para o Pacaembu, em São Paulo, e terminou empatada por 1 a 1.

Ricardo Nogueira/Folhapress
Alçapão e Vila mais famosa do mundo: alguns dos apelidos do estádio

Alçapão
Foi em 1930, depois de uma temporada sem derrotas em casa, que a Vila Belmiro ganhou o apelido de "Alçapão". O autor da nomenclatura, segundo registros, foi o jornalista Antônio Guenaga, do jornal "A Tribuna", empolgado pela sequência de 25 partidas invictas do Santos em seu estádio.

O 1º ao vivo
O primeiro jogo de futebol transmitido ao vivo na televisão brasileira aconteceu na Vila Belmiro. Em setembro de 1955, no aniversário de 5 anos da televisão brasileira, a TV Record transmitiu diretamente do estádio alvinegro o clássico entre Santos e Palmeiras, válido pelo Campeonato Paulista daquele ano. E os anfitriões fizeram bonito na telinha: vitória por 3 a 1.

Torcida do Santos contra o Santos
Nos anos 1950 e início dos 60, um grupo de torcedores fanfarrões fazia questão de ir à Vila Belmiro para criticar o radialista Ernani Franco, apelidado de papagaio, e provocar o próprio time do Santos. Na entrada em campo, por exemplo, eles soltavam rojões para a equipe rival. O grupo, apelidado de Coreia (o país asiático era apontado como inimigo na guerra contra os EUA), tinha o reforço de torcedores de outros times que aproveitavam para atormentar o Santos.

Futebol ou boxe?
Não foram só grandes jogos de futebol que marcaram a história da Vila Belmiro. Em 6 de maio de 1950, o gramado do estádio santista foi palco de uma histórica luta entre os pesos pesados Joe Louis e Tommy Giorgio. Com o dinheiro do evento, o Santos arrecadou fundos para investir na conclusão das obras de ampliação da Vila Belmiro.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos