Quem sobe na seleção brasileira de Tite e quem precisa abrir o olho?

Do UOL, em São Paulo

  • Juan Barreto/AFP Photo

Os adversários foram os mais frágeis do continente, mas a seleção brasileira fez sua parte e virou líder. Depois de aplicar 5 a 0 sobre a Bolívia na quinta-feira passada, a equipe dirigida por Tite manteve os 100% de aproveitamento com uma vitória segura, e sem tanto brilho, diante da Venezuela na terça. Os gols do triunfo de 2 a 0 foram feitos por Willian e Gabriel Jesus, que está entre aqueles que sobem de cotação. 

Na segunda convocação consecutiva, o atacante de 19 anos manteve a média de um gol por jogo em partidas com a seleção principal. Além dele, destaques para Alisson, Marquinhos, Filipe Luís e Fernandinho. Já Paulinho e Neymar precisam ficar atentos. Abaixo, entenda o porquê de cada afirmação

QUEM SUBIU

Alisson

Com o crescimento de Diego Alves no Valencia-ESP e a reserva na Roma-ITA, o goleiro retornou pressionado à seleção, mas novamente deu conta do recado. A fragilidade dos ataques de Bolívia e Venezuela contribuiu, mas ele foi 100% seguro e não deu sustos. Completou um ano no gol do Brasil. 

Marquinhos

Deixou Thiago Silva no banco e teve mais duas atuações irrepreensíveis contra as frágeis Bolívia e Venezuela. Com isso, praticamente se garantiu na equipe que irá enfrentar a Argentina em novembro. 

Filipe Luís e Fernandinho

Na ausência de Marcelo, Filipe provou que deve caminhar como reserva imediato da posição. As atuações dele nos dois jogos foram defensivamente seguras e efetivas no ataque. Já o desfalque de Casemiro foi bem reposto pela presença de Fernandinho em papel idêntico ao que executa no Manchester City. Ainda vale menção a Giuliano, que jogou bem diante da Bolívia pela suspensão de Paulinho. 

Gabriel Jesus

Manteve a média da primeira convocação com gols contra Bolívia e Venezuela. Mas, acima disso, mostrou maturidade para entender seu bom momento, trabalhou muito sem a bola e assumiu mais responsabilidades na ausência de Neymar. Sai fortalecido, mesmo com a sombra de Roberto Firmino. 

QUEM PRECISA ABRIR O OLHO

Paulinho

Dos titulares, é quem menos tem se destacado. De volta à equipe após cumprir suspensão contra a Bolívia, não demonstrou grande desenvoltura diante da Venezuela. Para piorar, tomou o terceiro cartão amarelo em três jogos nas Eliminatórias. 

Neymar

Calma, torcedor, que o camisa 10 não está em risco algum. Mas, após sua grande atuação contra a Bolívia, Tite pediu mais maturidade ao atacante para lidar com as faltas excessivas que recebe em partidas da seleção. É um detalhe para ele ficar atento. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos