Brasileiro comenta sobre manipulação na China: na 1ª divisão não aconteceu

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / STR

O brasileiro Elkeson, que defende o Shanghai SIPG, comentou em entrevista à ESPN nesta sexta (14) as declarações de Vanderlei Luxemburgo que recentemente comentou em entrevista ter presenciado um caso de manipulação de resultados com um dos jogadores de seu ex-clube, o Tianjin, da segunda divisão chinesa.

Elkeson explicou que um episódio como o citado por Luxemburgo nunca aconteceu na primeira divisão do país, mas que as declarações do treinador brasileiro e também de Luis Felipe Scolari rebatendo Luxa, chegaram aos jogadores do Shanghai.

"Eu não vi a entrevista do Vanderlei e do Felipão, mas foi comentado sim. Desde 2013 que eu estou aqui, eu nunca ouvi esse assunto aqui por parte dos jogadores. Não posso falar se isso já aconteceu na segunda divisão, mas na primeira divisão isso nunca aconteceu", comentou Elkeson.

Elkeson está na China há três anos. Ele deixou o Brasil em 2013, quando saiu do Botafogo e se transferiu para o GZ Evergrande. Em 2016 ele assinou transferência para o Shanghai. 

Durante uma participação no programa Bem, Amigos do SporTV, Vanderlei Luxemburgo falou sobre boicote na China e também conversas sobre manipulação de resultados. "A conversa lá é paralela. Estou dizendo o que o meu presidente (Shu Yuhui) falou para mim. No segundo turno, nós tínhamos que avançar porque 'os jogos estão todos prontos'", explicou o treinador na época. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos