Comissão da CBF pedirá afastamento de Ricci pelo resto do Brasileiro

Leandro Carneiro

Do UOL, em São Paulo

Arbitragem anula gol do Fluminense e gera confusão

A comissão independente da CBF pedirá o afastamento do árbitro Sandro Meira Ricci até o fim do Campeonato Brasileiro depois da confusão criada no jogo entre Flamengo e Fluminense. A informação foi confirmada pelo ex-juiz José Roberto Wright, em contato com o UOL Esporte.

De acordo com Wright, o pedido acontecerá pelo histórico recente de erros de Ricci, entre eles, o lance envolvendo Lugano e Guerrero, em que o zagueiro uruguaio deu uma cotovelada no atacante peruano.

"Na minha opinião, em função do trabalho deficiência que vem tendo, ele já merecia punição maior por São Paulo e Flamengo, quando Lugano agrediu com uma cotovelada. Foi um jogo violento, vem mal há algum tempo. Estou pedindo afastamento para resto do campeonato", falou.

"Houve incompetência total dele, se tem um assistente como Emerson de Carvalho, que é o melhor do Brasil e foi à Copa, sabe que o árbitro é muito bom, vai desconfiar? Ele dá um impedimento difícil, marca corretamente e vem anular a jogada, alegando que o gol foi legal? Só depois de 12 minutos vai dizer que o gol foi ilegal? Deveria ter dado no primeiro momento. Houve interferência o que é ilegal pela Fifa, corre o risco de ser punido. Então faremos esse pedido de suspensão internamente", completou.

A comissão foi criada pela CBF para analisar a atuação dos árbitros e não tem nenhuma relação com a Comissão de Arbitragem. Assim, a suspensão será pedida diretamente para Walter Feldman, secretário-geral da entidade.

 Além de José Roberto Wright, a comissão é composta pelo português Vitor Pereira, que apitou duas Copas e chefiou a Comissão de Arbitragem de Portugal.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos